Diesel mais caro em janeiro por causa do biodiesel

Publicado em 28/12/2010 08:05 274 exibições
O litro do diesel vai ficar mais caro a partir do mês que vem. É o que informa a Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis). De acordo com a entidade, o vilão, desta vez, é o biodiesel, que teve o preço reajustado pelas distribuidoras após o último leilão realizado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Se no quarto trimestre deste ano o litro do biodiesel foi vendido no leilão da ANP por R$ 1,74, o produto que será entregue entre janeiro e março de 2011 alcançou a cifra de R$ 2,30. Fato que vai refletir diretamente no valor do combustível final, pois por determinação legal, todo diesel rodoviário comercializado no Brasil deve possuir 5% de biodiesel, o chamado B5.

A previsão da Fecombustíveis é que o impacto no custo do produto chegue a R$ 0,028 por litro, o que representa 2%. No entanto, nesse valor não estão incluídos os preços de frete da distribuidora, nem margens de distribuição e revenda, o que pode significar reajustes ainda maiores, segundo a instituição que representa os postos de combustíveis.

De acordo com a Associação Brasileira de Logística e Transporte de Carga (ABTC), mais de 60% do transporte de cargas no Brasil ocorre pelas rodovias do país. Por isso, alterações no custo do diesel influenciam, diretamente, nos preços dos produtos finais devido ao aumento dos gastos com frete.

Como funciona

O biodiesel é produzido em usinas autorizadas pela ANP e adquirido, via leilão, pela Petrobras e pela Refinaria Alberto Pasqualini (Refap). Estas, por sua vez, revendem o produto às distribuidoras, que são responsáveis por buscar o biocombustível nas usinas, misturá-lo com o diesel e depois vender aos postos. É vedada a comercialização direta entre usina e posto.
Tags:
Fonte:
ANP

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário