Abatedouros são alvos de fiscalização da Vigilância Sanitária

Publicado em 12/01/2011 07:08 196 exibições
Pelo menos 2.020 peças de bovinos, 320 peças de ovinos, 30 de caprinos, 209 de suínos e mais de duas centenas de frangos foram tiradas de circulação pela Prefeitura de Teresina, no fim do ano de 2010, porque estavam impróprias para o consumo. As atividades de fiscalização foram realizadas pela Fundação Municipal de Saúde (FMS), por meio da Gerência de Vigilância Sanitária (Gevisa), que intensificou as ações para assegurar a boa qualidade dos produtos de preferência do consumidor.

“Foram alvos da fiscalização os açougues e os abatedouros, que são a origem de comercialização desses produtos que chegam à mesa do consumidor. Os fiscais do Serviço de Inspeção Municipal (SIM), além de vistoriarem a comercialização desses produtos nos supermercados e similares, onde observam as condições de acondicionamento, também se preocupam com a fonte”, explica o gerente da Gevisa, Feliciano Paiva.

Durante o mês de dezembro, foram realizadas 231 fiscalizações de rotina em abatedouros, com a inspeção de 65.200 frangos. No mesmo mês, a visita do SIM viabilizou a liberação de 5.203 bovinos próprios para o consumo, 225 suínos, 126 caprinos e 892 ovinos.

“Em relação a esses animais, a Gevisa se preocupa em fiscalizar todas as peças, para que o consumidor teresinense não seja prejudicado. O importante é que o produto não ofereça riscos à saúde da população, e esta é uma determinação da direção da Fundação Municipal de Saúde”, argumenta Feliciano Paiva.

Tags:
Fonte:
45° Piauí

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário