Governo realiza leilões de milho, trigo, arroz e sisal

Publicado em 19/01/2011 07:35 570 exibições
Operações executadas pela Conab vão envolver 845,2 mil toneladas dos produtos.
O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento realiza, nesta semana, cinco leilões para garantir estabilidade nos preços no mercado interno. As operações executadas pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) vão envolver 845,2 mil toneladas de milho, trigo, arroz e sisal.

Para manter o mercado abastecido, a Conab faz leilão de venda direta de 295 mil toneladas de milho nesta quarta, dia 19. O cereal pertence aos estoques públicos e está armazenado nos Estados do Paraná, São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

A empresa realizará ainda leilão de Valor de Escoamento de Produto (VEP) para cem mil toneladas de milho dos estoques públicos na quinta, dia 20. O produto é destinado a criadores de aves, suínos e bovinos de leite, indústrias de ração estabelecidos nas regiões Norte e Nordeste e nos Estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo e Norte de Minas Gerais.

O estoque governamental no início do ano era de cinco milhões de toneladas do grão. O produto foi adquirido pelo governo, por meio da Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM), quando os preços praticados nas principais praças do país estavam abaixo do mínimo. O retorno do milho ao mercado tem a finalidade a regular os preços e evitar tendência de alta.

Arroz
Nesta quinta, dia 20, está programado também leilão de Prêmio de Escoamento do Produto (PEP) de 57,5 mil toneladas de arroz em casca, safra 2009/2010, produzidos no Rio Grande do Sul (50 mil toneladas) e Santa Catarina 7,5 mil toneladas).

Podem participar indústrias de beneficiamento e comerciantes que comprovarem a compra diretamente do produtor pelo preço mínimo, e escoarem o grão beneficiado para os estados do Acre, Amapá, Amazonas e Roraima. Atualmente, o preço mínimo do arroz é de R$ 25,80/saca de 50 quilos

Trigo
Outras 390 mil toneladas de trigo serão leiloadas na próxima quinta, dia 20, por meio de PEP. O objetivo da operação é garantir o preço mínimo de R$ 477 a tonelada, para o trigo Classe Pão tipo 1, armazenado no Paraná (190 mil toneladas), Rio Grande do Sul (150 mil toneladas), Santa Catarina (30 mil toneladas), São Paulo (10 mil toneladas) e Mato Grosso do Sul (10 mil toneladas).

O produto é direcionado ao consumo das regiões Norte e Nordeste, que tradicionalmente importam trigo. Os valores dos prêmios de abertura dos leilões de arroz e trigo serão divulgados pela Conab nesta terça-feira, dia 18.

Sisal
Na sexta, dia 21, a operação será de PEP para o sisal safra 2010/2011. Está prevista oferta de 2,750 mil toneladas provenientes da Bahia (2,5 mil toneladas) e Paraíba (250 toneladas). O valor de abertura para o prêmio do escoamento está estipulado em R$ 0,38/kg e o arrematante deverá adquirir a fibra pelo preço mínimo de R$ 1,04/kg.

Tags:
Fonte:
Mapa

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário