Reformulação do Irga: Tarso propõe acordo, e Conselho aceita

Publicado em 16/02/2011 06:47 291 exibições
Temendo que o projeto do Executivo que reforma o Irga seja aprovado na Assembleia Legislativa sem nenhuma intervenção do setor, o Conselho Deliberativo do Irga decidiu aceitar a proposta feita pelo governador Tarso Genro durante almoço ontem (15) no Palácio Piratini. O governador comprometeu-se a tirar a urgência do projeto de reestruturação do instituto se forem suspensas as ações que buscam a reintegração do presidente Mauricio Fischer e dos diretores exonerados. A proposta não inclui o retorno dos diretores ao cargo, hipótese descartada pelo governador. "O Irga tem de ser um articulador que desenvolve política com participação dos arrozeiros, mas não controle", advertiu Tarso.

Apesar do clima de cordialidade, o almoço acabou de forma indigesta. Surpreendidos pela proposta, os conselheiros saíram direto para uma reunião no Irga, onde decidiram recomendar a retirada das ações aos dirigentes exonerados. "Corríamos o risco de ficar com um estatuto muito pior. Ganhamos tempo para estudar o projeto e encaminhar emendas", destacou o conselheiro Walter Arns. A ideia é convencer o governador a deixar para o Conselho o direito de escolha das diretorias e da presidência no futuro. O projeto, que tramita na AL, transfere do Conselho para o governador a prerrogativa de escolha, com lista tríplice sugerida pelo governador aos conselheiros apenas para a diretoria comercial. A categoria quer ainda impedir que seja criado conselho paralelo. O novo grupo contaria com 20 participantes. O atual tem 80. "O governador poderia incluir no existente as pessoas que ele acha interessantes", sugere.

Tags:
Fonte:
Correio do Povo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário