Agricultor acredita em preços firmes de soja e milho para os próximos meses

Publicado em 22/02/2011 17:02 648 exibições
Técnico da terceira semana do Rally da Safra afirma que produtividade de grãos segue elevada.
De acordo com o técnico Carlos Balan, da DVA, que participou da terceira semana do Rally da Safra, realizada entre o Mato Grosso do Sul e o Paraná, o agricultor está animado com as boas perspectivas de preços para o curto e médio prazos.

Para ele, o sojicultor espera cotações internacionais firmes, que certamente terão impacto interno; o produtor de milho aposta na safrinha para aproveitar o bom momento de obter rentabilidade elevada.

– A produtividade da soja realmente será elevada, acima de 50 sacas por hectare, e o tempo seco efetivamente atrasou o plantio. Mas o agricultor está muito confiante na cultura e apostando em bons preços – ressalta Balan.

A quarta semana do Rally já começou. O técnico Volnei de Medeiros, da DVA, acompanha a equipe que percorre cidades ao norte, centro, centro-sul e sudoeste do Paraná, entre elas Londrina, Ponta Grossa, Guarapuava e Pato Branco, e depois segue pelo oeste de Santa Catarina, em cidades como Chapecó, e pelo norte do Rio Grande do Sul, em Passo Fundo e Palmeira das Missões.

O projeto
O Rally da Safra é um projeto iniciado em 2004 que faz o levantamento de safra e vai a campo para avaliar as condições das lavouras de soja e milho. A expedição é realizada entre janeiro e março, durante a fase de desenvolvimento das lavouras e colheita. O roteiro é escolhido com o objetivo de percorrer os principais pólos produtores de soja e milho do país.

Para adquirir as informações, a equipe do Rally da Safra utiliza levantamentos qualitativos e quantitativos, que permitem um contato direto com produtores e lideranças regionais e possibilitam uma avaliação consistente das lavouras e das realidades regionais que impactam a cadeia de soja e milho.

A oitava edição do evento levou para campo dez equipes que percorrem 55 mil quilômetros desde o dia 31 de janeiro até 27 de março. A expedição passa pelos principais pólos agrícolas em 11 estados, que representam 98% da área cultivada de soja e 80% da área com milho em todo o Brasil. No dia 29 de março os resultados serão apresentados na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Tags:
Fonte:
Canal Rural

0 comentário