Carne suína: Acordo entre Brasil e China beneficia MT

Publicado em 13/04/2011 10:39 400 exibições
A assinatura do acordo entre Brasil e China que autoriza o envio de carne suína nacional para o país asiático contempla a produção mato-grossense. Atualmente 5 frigoríficos instalados no Estado estariam aptos a embarcar as mercadorias. Cerca de 2,5 milhões de animais são abatidos em indústrias mato-grossenses por ano.

O diretor executivo da Associação dos Criadores de Suínos de Mato Grosso (Acrismat), Custódio Rodrigues de Castro Júnior, afirma que mesmo que a produção local não seja enviada à China, o fato de outras regiões embarcarem a carne abre mercado para o produto em outras unidades da federação.
O setor de carne suína tem reivindicado do governo do Estado a redução do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) de 12% para 7% para o abatimento em outros estados.

Missão russa - A primeira visita para inspeção e renovação do alvará para exportação para a Rússia garantiu a continuidade da relação comercial com a Sadia do município de Lucas do Rio Verde ( a 354 km de Cuiabá). O superintendente do Ministério da Agricultura em Mato Grosso, Francisco Costa, afirma que nesta semana as empresas Agra Alimentos, de Rondonópolis, de carne bovina e suína, o Marfrig de Paranatinga e o JBS de Barra do Garças serão visitadas.

No país serão 30 unidades de abate e processamento a passarem pela revisão dos técnicos. Francisco Costa afirma que a expectativa é boa para as indústrias locais, que como a Sadia, deverão ter a autorização renovada. O mercado russo é responsável pela compra de 60% da produção de carne suína.

Tags:
Fonte:
Gazeta Digital

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário