Heinze chama a atenção sobre necessidades de investimentos em infraestruturas

Publicado em 13/04/2011 10:40 237 exibições
Parlamentar lamenta aprovação da proposta que cria o trem-bala e diz que recurso poderia ser aplicado na recuperação de rodovias, ferrovias e hidrovias A Câmara dos Deputados votou na semana passada a Medida Provisória 511/2010, que oferece garantia de financiamento e cria à empresa estatal do trem-bala, que pretende ligar as cidades de Campinas (SP) ao Rio de Janeiro. De acordo com especialistas, a obra deve custar próximo de R$ 50 bilhões, e parte desse dinheiro será financiado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (Bndes) ao consórcio construtor do Trem de Alta Velocidade (TAV).

Desfavorável ao encaminhamento do Executivo de investir todo esse montante de recursos numa única obra, o deputado federal Luis Carlos Heinze PP/RS votou contra a matéria e fez um contraponto ao relator da MP, deputado Carlos Zarattini (PT-SP), ao afirmar que o país é carente de investimentos em infraestruturas, mas a opção do governo está errada.

Ao questionar a iniciativa do Planalto, Heinze alegou que a quantia que se pretende gastar seria suficiente para resolver muitos gargalos que estão inviabilizando o setor produtivo, e desabafa: “lamento muito o plenário da Câmara ter aprovado essa MP. Com recursos desse montante poder-se-ia investir nas rodovias, recuperar a malha ferroviária, intensificar nossas hidrovias, melhorar as condições dos nossos aeroportos que estão caóticos em todo o Brasil, e ainda melhorar a saúde e a educação que estão em situações precárias. Isso sim são prioridades, são investimentos que alcançariam maior contingente da sociedade.”

Segundo Heinze, a batalha não esta perdida, apesar de ter sido aprovada com folga na Câmara, a proposta seguirá para apreciação no Senado e lá ele promete trabalhar junto com a oposição para derrota-lá. “O assunto é sério, é muito dinheiro envolvido para beneficiar poucos. É importante que as pessoas tomem conhecimento dessa matéria e nos ajudem a pressionar os senadores a não aprovarem esse projeto. Não faço oposição infundada, o povo me delegou o mandato e minha missão é alertar os eleitores e orientar o Executivo sobre as reais necessidades de investimentos.”

Tags:
Fonte:
Deputado Heinze.com

0 comentário