No Brasil, juros subirão de novo. Economia continuará desacelerando

Publicado em 18/07/2011 19:03 e atualizado em 18/07/2011 19:51 469 exibições
do blog do jornalista gaúcho Polibio Braga

O editor vem advertindo há pelo menos 20 dias que é visível a desaceleração da economia e que este movimento poderá ficar ainda mais agudo à medida que os meses avançam.

. Previsões generalizadas de PIB de 3,5% para este ano, contra 7% do ano passado, são prova evidente disto. 

. No ano que vem, a coisa ficará pior.

. Por trás da desaceleração está o temor do governo e do mercado em relação aos preços, que evidentemente sobem na medida em que a demanda aumenta muito e a oferta não acompanha o ritmo. 

. Nesta segunda-feira a tarde, o editor falou pelo iPhone com o professor Eduardo Coutinho, do Ibmec, que disse o seguinte, desde Belo Horizonte, ao analisar a reunião desta quarta-feira do Copom:

- Os juros básicos subirão 0,25%, sim, porque basicamente o governo precisa conter a inflação em torno dessa meta anual de 6,5%. 

. Ele aposta em novas reuniões destinadas a aumentar ainda mais os juros, caso os preços não se acomodem. Dentro de 45 dias o Copom voltará a se reunir.

. E 2011 ?

. "Em 2011, o governo quer voltar ao centro da meta, ou seja, 4,5%", avisou o professor Eduardo Coutinho.

. Isto significa que o cenário de desaceleração econômica não mudará para o ano que vem.


Grendene ameaça fechar fábrica na Bahia, assusta o governo, que manda o BNB emprestar R$ 64 milhões em condições de pai pra filho

Depois de ameaçar fechar a fábrica que mantém em Itapetinga, Bahia, e ameaçar levar toda a linha de produção para a India, o grupo Vulcabrás/Azaléia conseguiu emocionar os governos estadual e emocional, que intervieram para agilizar o empréstimo de R$ 64 milhões concedidos no final de semana pelo Banco do Nordeste, com prazo longo e juros privilegiados.

. O dono do grupo calçadista, Pedro Grendene, anunciou que com o dinheiro poderá expandir a produção e manter os 16 mil empregos. 

. Anteriormente a este empréstimo de R$ 64 milhões, o grupo Vulcabrás/Azaléia já tinha tomado dois outros financiamentos junto ao BNB, no valor total de R$ 25,9 milhões, prazo de um ano de carência, juros anuais de 10% e bônus de 25% em caso de pagamento pontual (neste caso, os juros caem para 7,5% ao ano).

. No RS, o grupo Vulcabrás/Azaléia fechou suas fábricas, desempregando 3.500 trabalhadores apenas em Parobé. O governo gaúcho estrilou publicamente com os Grendene, mas não fez nada além disto. 

- Nas eleições do ano passado, A o grupo Grendene, dono da Vulcabrás/Azaléia, doou R$ 350 mil para a campanha do governador Jacques Wagner, do PT (dias 27 e 30 de agosto). O jatinho de Pedro Grendene tem sido usado com frequência por dignitários petistas, Lula à frente.



Sebrae nacional puxa a orelha do Sebrae do RS


O Sebrae nacional puxou a orelha do Sebrae do RS,  porque a gauchada não se submeteu ao diktakt de Tarso Genro, que queria eleger seu candidato a superintendente. 

. O puxão de orelha veio por escrito e foi repelido.

. O governo gaúcho queria ver no cargo de CEO o companheiro Gerson Almeida. Trata-se de uma vaga de R$  26 mil por mês. 


Carrefour fecha supermercado no RS

Em meio à polvadeira do seu mal sucedido processo de fusão com o grupo Pão de Açucar, o Carrefour resolveu fechar seu supermercado de Novo Hamburgo.

. Os franceses alegam que implementarão ali o seu Atacadão.


Jerônio Gorgen discutirá Ferrosul no dia 26 de agosto

O deputado Jerônimo Gorgen, vice-presidente da Frente Parlamentar Ferroviária do Brasil, disse nesta segunda ao editor que a ANTT deu 60 dias para que a ALL prove que cumpre o contrato de concessão que assinou quando da privatização da RFF.

. "Ela não fez nada", avisou o deputado do PP ao editor.

. A entrevista pode ser lida logo abaixo.

- No dia 26 de agosto, a Frente Parlamentar discutirá em Porto Alegre os casos da Ferrosul e da Ferrovia Norte-Sul. Esta está em construção, mas a Ferrosul não saiu do papel. O projeto está com a Valec, envolvida em grosso escândalo no ministério dos Transportes.


PR busca compensação e tenta derrubar Hideraldo Caron do Dnit

A revista Veja deste final de semana replicou pesadíssimas acusações do PR contra o petista gaúcho Hideraldo Caron, diretor de Infraestrutura do Dnit.

. Hideraldo Caron foi diretor do Daer no governo Olívio Dutra. Investigado pelo TCE, foi multado em R$ 269 mil. Há transito em julgado no caso. 

. Na Veja, Luiz Antonio Pagot, o diretor Geral, denunciou que seu diretor gaúcho autorizou sobrefaturamento na duplicação do trecho Osório-Palhoça da BR-101. "Ele também recebe mesadas de empreiteiras para complementar salários", revelou Luiz Pagot a um grupo de deputados do PR, segundo registrou a revista. 

- No RS, Hideraldo Caron é homem do deputado Paulo Pimenta e do governador Tarso Genro. Nenhum dos dois saiu em defesa dele. Dilma Roussef já avisou que vai mandá-lo embora. 

CLIQUE AQUI para ler a íntegra da denúncia.


Ponte do Guaíba: diferença de preços deixa mal Hideraldo Caron e o Dnit

O jornal Zero Hora desta segunda-feira botou mais lenha na fogueira onde queima o diretor de Infraestrutura do Dnit, o petista gaúcho Hideraldo Caron.

. A jornalista Letícia Duarte  publicou uma tabela que o engenheiro Gilberto Flach armou, na qual ele compara os preços pagos para construir uma ponte sobre o Rio Paraná e a ponte do Guaíba. O preço da ponte do Guaíba é sete vezes maior. 

Tags:
Fonte:
Blog Polibio Braga

0 comentário