Venda de fertilizantes cresce 35% no semestre em GO

Publicado em 19/07/2011 08:42 353 exibições
As vendas de fertilizantes cresceram 35% no primeiro semestre de 2011 em Goiás, na comparação com igual período do ano passado, de acordo com dados da Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda), cuja estatística é acompanhada pela Federação da Agricultura do Estado (Faeg). No período, foram comercializadas 912 mil toneladas, contra 675,6 mil toneladas de janeiro a junho do ano passado.

Segundo o assessor técnico da Faeg para a área de Cana de Açúcar e Bioenergia, Alexandro Alves, no primeiro semestre já foram vendidos 38% do total de fertilizantes previsto para ser comercializado ao longo 2011 no Estado, que é de 2,4 milhões de toneladas. Nos seis primeiros meses de 2010, foi vendido o equivalente a 32,6% do montante do ano, que atingiu 2,07 milhões de toneladas.

O maior volume de aquisição de fertilizantes no Estado, na avaliação de Alexandro, significa maior incremento de tecnologia nas lavouras propiciado pela melhor rentabilidade causada pela recuperação dos preços dos produtos agrícolas. “A aplicação de insumos, principalmente fertilizantes, está ligada à busca do aumento da produtividade”, analisa o assessor da Faeg.

Outro motivo apontado é a prática da antecipação da compra de fertilizantes para o plantio da próxima safra de verão, a partir de setembro, pois historicamente eles ficam mais caros no segundo semestre, quando a procura é maior. Ao antecipar a aquisição de fertilizantes, o agricultor consegue preços melhores, o que acaba refletindo na sua rentabilidade ao final da safra.

Alexandro Alves acrescenta que o avanço do cultivo da cana de açúcar também tem sido responsável pela grande demanda de fertilizantes em Goiás. Em 2010, na comparação com o ano anterior, foi registrado acréscimo de 16% na compra de fertilizantes nesse tipo de cultura. Como a área plantada de cana vem crescendo e os agricultores buscam aumentar a produtividade, a tendência é de crescimento na aquisição de fertilizantes para serem aplicados nos canaviais.

Tags:
Fonte:
O Hoje

0 comentário