Conab realiza leilões de trigo, feijão, milho e arroz

Publicado em 02/08/2011 14:00 222 exibições
Cerca de 370 mil toneladas dos grãos serão comercializados nesta semana.
A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) realiza leilões para a comercialização de 140 mil toneladas de trigo, mais de 1 mil toneladas de feijão, 62 mil toneladas de milho e 165 mil toneladas de arroz nesta semana. Os grãos negociados são provenientes dos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, São Paulo, Goiás e Minas Gerais.

A partir das 9h desta quarta, dia 3, está programada uma operação de venda de 43 mil toneladas de trigo safra 2008/2008 dos Estados do Paraná e Rio Grande do Sul. Após o término do primeiro leilão, serão comercializadas 97 mil toneladas do grão produzidas em Mato Grosso do Sul, São Paulo, Rio Grande do Sul e Paraná. Os interessados devem estar cadastrados na bolsa por meio da qual pretendam realizar a operação. Outro requisito para participar é estar em situação regular no Sistema de Registro e Controle de Inadimplentes da Conab (Sircoi).

Na quinta, dia 4, será realizado um leilão de Prêmio Equalizador Pago ao Produtor Rural (Pepro) para escoamento de 140 mil toneladas de arroz em casca oriundo dos três Estados da região Sul e de Mato Grosso do Sul. Outras 25 mil toneladas do produto em casca beneficiado, produzidos no Rio Grande do Sul e Santa Catarina, serão negociadas em uma operação de Prêmio para Escoamento de Produto (PEP). Os grãos adquiridos nas operações de PEP e Pepro não podem ter como destino final a região Nordeste, Sul, Sudeste, Centro-Oeste; os Estados de Tocantins, Pará, Roraima; nem os países Argentina, Paraguai, Uruguai e Suriname.

Após o término dos leilões de arroz, serão realizadas operações de venda de quase 2 mil toneladas de feijão e 62 mil toneladas de milho. Os interessados na venda de milho devem ser cooperativas ou produtores de aves, suínos, bovinos (de leite e de corte), indústrias de insumo para ração animal ou alimentação humana à base do grão.

Saiba mais

Prêmio para Escoamento de Produto (PEP): O governo concede um valor à agroindústria ou cooperativa que adquire o produto pelo preço mínimo diretamente do produtor rural e o transporta para região com necessidade de abastecimento.

Prêmio Equalizador Pago ao Produtor (Pepro): O governo concede uma subvenção econômica (prêmio) ao produtor ou sua cooperativa que se disponha a vender seu produto pela diferença entre o valor de referência estipulado pelo governo federal e o valor do prêmio arrematado em leilão.

Tags:
Fonte:
Mapa

0 comentário