IMA autoriza estudo epidemiológico da brucelose animal em Minas Gerais

Publicado em 04/08/2011 16:31 206 exibições
O Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) autorizou a realização do estudo epidemiológico da brucelose em todo o estado. A ação foi aprovada através da Portaria nº 1155, publicada no Diário Oficial de Minas Gerais no dia 3 de agosto de 2011. A partir do dia 22 de agosto deste ano, técnicos do IMA visitarão 2.185 propriedades pecuárias em todo o estado. O último estudo epidemiológico da brucelose foi feito em 2002, após quatro anos consecutivos de vacinação obrigatória em Minas Gerais.
 
O conhecimento da real situação epidemiológica da brucelose é de extrema importância, pois permite escolher as melhores estratégias para prevenção da doença e o acompanhamento do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose (PNCEBT).  Sendo assim, possibilita avaliar as necessidades de promover correções, evitando o desperdício de tempo e recursos.
 
O IMA, órgão vinculado à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais (Seapa) é responsável pela execução das ações de defesa sanitária animal. Desde 2001 adota os procedimentos previstos no PNCEBT, que tem como um dos objetivos, a certificação de propriedades livres ou monitoradas contra a brucelose e tuberculose bovina.
 
A participação do produtor no estudo é voluntária a partir da assinatura do Termo de Compromisso que marca os dias da coleta do sangue, inoculação e da leitura dos resultados. O estudo seguirá os critérios estabelecidos pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).
 
As fêmeas amostradas no Estudo Epidemiológico não deverão ser marcadas ou identificadas considerando seu objetivo de diagnóstico de prevalência da doença nos rebanhos e animais em Minas Gerais, sem a divulgação dos resultados finais de classificação das propriedades participantes (positiva, negativa ou inconclusiva). Os resultados serão confidenciais.
 
Treinamento
 
Para concretizar o estudo, o IMA vai capacitar 20 servidores, sendo um representante de cada Coordenadoria Regional do Instituto no dia 18 de agosto. O treinamento será realizado pelo professor do Departamento de Medicina Veterinária Preventiva de Saúde Animal da Universidade de São Paulo (USP), José Soares Ferreira Neto, em Belo Horizonte.
 
Segundo o diretor-geral do IMA, Altino Rodrigues Neto, a preparação dos técnicos é essencial para um trabalho efetivo na defesa sanitária animal de Minas Gerais. “Os constantes treinamentos dos fiscais nos permite executar essa atividade de forma exemplar, contando com um corpo técnico altamente qualificado para atuar no campo”, alega.
Tags:
Fonte:
IMA

0 comentário