Aprosoja costura parceria com Câmara do Comércio da China

Publicado em 24/08/2011 12:08 256 exibições
A comitiva da Aprosoja que visita a China desde 14 de agosto teve o último compromisso oficial em Xangai, com a Câmara de Comércio Brasil-China. O objetivo foi estabelecer um ambiente para futuras parcerias com o maior parceiro comercial do Brasil e de Mato Grosso. A Missão China, viagem de intercâmbio com foco na aproximação entre produtores rurais brasileiros e compradores de soja e milho chineses, termina nesta quarta-feira (24.08), com o regresso a Cuiabá.
“Saímos da China com boas novas e um futuro promissor de parcerias. Pretendemos desenvolver mecanismos para intermediar e incentivar cada vez mais importações pela China de soja e milho brasileiros”, afirmou o presidente da Aprosoja, Glauber Silveira. A equipe da Aprosoja foi recebida pelo presidente da Câmara, Charles Tang. O adido agrícola do Brasil na China, Ezequiel Liuson, acompanhou a comitiva da associação durante toda a Missão China.
A Câmara de Comércio é uma organização independente do governo chinês e sem fins lucrativos. Fundada em 1986, a câmara foi idealizada pelo ex-primeiro vice-ministro e ex-ministro de Relações Exteriores da China, Wu Xuequian, tomando corpo durante a gestão do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Seu principal objetivo é fomentar as relações comerciais e de intercâmbio entre os dois países.
Além da reunião com a Câmara, a Aprosoja teve a oportunidade de conhecer in loco o sistema produtivo de grãos da China, na cidade de Xian. A comitiva visitou também a Shiyang Group, uma processadora de grãos para produção de ração animal com 40 filiais na China e um faturamento de aproximadamente R$ 1 milhão/ano, e a Yang Ling Besun Agricultural Industry Group Corporation, uma planta industrial de criação de suínos em larga escala.
“Nosso objetivo é compreender a realidade chinesa e identificar as demandas em relação aos nossos produtos. Esse contato direto é fundamental, principalmente numa cultura como a chinesa, que preza as relações interpessoais”, analisa o presidente da Aprosoja.
Para tanto, a programação na China incluiu uma visita ao campus da Northwest University Agriculture Forestry, considerada uma das melhores universidades agrícolas do país, com 64 cursos de graduação e 630 professores, a maioria com PhD. A universidade tem a meta de se tornar a melhor universidade agrícola do país e do mundo, e para isso o investimento anual do governo ultrapassa os R$ 100 milhões.
PORQUE A CHINA – Principal parceiro comercial do Brasil e de Mato Grosso, a China é hoje a segunda maior economia do mundo e o país mais populoso do planeta: são mais de 1,3 bilhão de habitantes – o que corresponde a 22% da população mundial. Os chineses respondem por 20% de todas as exportações nacionais, e têm ampliado ano a ano as vendas para os brasileiros, sendo hoje o segundo maior mercado importador para o Brasil.
 
Na pauta comercial, o complexo soja é o item de maior relevância, ao lado do minério de ferro. Isso ocorre porque o consumo de soja na China tem aumentando exponencialmente. De 1994 até 2011, segundo dados do USDA, o consumo de soja na China aumentou 378%, sendo que hoje o país responde por 54% do total de importação de soja em todo o mundo e por 46% das compras de soja brasileira.
 
A ampliação desse consumo é explicada pelo crescimento populacional e pelo aumento de renda dos chineses, principalmente da ascendente classe média. Desde 1994, a China tem mantido um crescimento econômico anual superior a 7,5% – é a nação que mais cresce no mundo.
 
A chamada “Missão China” da Aprosoja visa aproximar produtores rurais e deputados estaduais que participam da comitiva da realidade do país oriental. O intercâmbio começou no dia 14 de agosto e termina no dia 24, com o retorno da comitiva composta por mais de 30 pessoas a Cuiabá.
 
Números da China
9,5 milhões de km²
4º maior país do mundo em área
Mais de 1,3 bilhão de habitantes
365 milhões de famílias
20% da população mundial
Crescimento econômico anual superior a 7,5% desde 1994
2ª maior economia do mundo
Responsável por 20% das exportações brasileiras
Compradora de 54% de toda a soja do mundo e 46% da soja brasileira
 
Tags:
Fonte:
Aprosoja

0 comentário