Após castigar Bahamas, furacão Irene inicia trajetória rumo aos EUA

Publicado em 26/08/2011 06:53 284 exibições
Fenômeno se desloca rápido, a 22 km/h, em direção ao norte-noroeste do país. Nesta trajetória, Irene se aproximaria da costa da Carolina do Norte. Os meteorologistas advertiram aos moradores da Flórida que os ventos causarão fortes e perigosos efeitos.
O perigoso furacão Irene começa a sair das Bahamas após atingir fortemente o arquipélago e se prepara ao deslocamento rumo à costa leste dos Estados Unidos, que aguarda com temor o avanço do fenômeno.
Imagem de satélite mostra o Irene próximo à costa da Flórida - NOAA/Efe
NOAA/Efe
Imagem de satélite mostra o Irene próximo à costa da Flórida

"O olho do furacão deixa paulatinamente a ilha de Abaco, nas Bahamas. Passará longe da costa leste do centro e norte da Flórida (EUA) nesta noite", informou na quinta-feira, 25, o Centro Nacional de Furacões (NHC) dos Estados Unidos em seu boletim das 21h (horário de Brasília).

Irene se desloca rápido, a 22 km/h, em direção ao norte-noroeste e deve realizar uma guinada para o norte na sexta-feira.

Nesta trajetória, o olho do furacão se aproximaria da costa da Carolina do Norte (EUA) no sábado.

As previsões do NHC para daqui a cinco dias indicam que há chances de o fenômeno tocar terra em algum local entre a Carolina do Norte e Massachusetts no fim de semana. Às 21h, ele se encontrava a 855 quilômetros ao sul-sudoeste de Cabo Hatteras, na Carolina do Norte.

Irene, que causou pelo menos seis mortes em sua passagem pelo Caribe, tem ventos máximos sustentados de 185 km/h e se mantém como um furacão categoria 3 na escala de intensidade Saffir-Simpson - que vai de 1 a 5. "É possível um fortalecimento hoje à noite e na sexta-feira", advertiu o NHC.

Alguns modelos de previsões mostram Irene como categoria 4 e outros o mantêm na 3 com possíveis ventos superiores aos 190 km/h.

Para que seja elevado à categoria 4, seus ventos máximos sustentados devem alcançar 210 km/h.

O NHC alertou que Irene é um "grande ciclone", cujos ventos com força de furacão se estendem 130 quilômetros do olho, enquanto os de força com tempestade tropical, a 465 quilômetros.

Mantém-se um alerta de ciclone (passagem do sistema em 36 horas) para a costa leste dos EUA, desde a Carolina do Norte até a Virgínia. Uma vigilância de furacão (passagem em 48 horas) está vigente desde a fronteira entre Carolina do Norte e Virgínia até Nova Jersey.

Os meteorologistas advertiram aos moradores da Flórida que, embora o estado já não esteja nas probabilidades de passagem do furacão, os ventos causarão fortes e perigosos efeitos.

Irene, o primeiro furacão da temporada de ciclones do Atlântico, já atingiu Porto Rico, República Dominicana, Haiti e as ilhas Turks e Caicos.

No sudeste das Bahamas, destruiu 90% das casas em vários locais, cortou o serviço de energia elétrica e provocou inundações.

Tags:
Fonte:
O Estado de S. Paulo

0 comentário