Produtores gaúchos de soja enriquecem com ultimas safras

Publicado em 06/09/2011 19:08 e atualizado em 07/09/2011 10:09 1077 exibições

Saiba como o 11 de setembro beneficiou os agricultores gaúchos:

Nem tinham sido removidos todos os escombros do World Trade Center, abatido no dia 11 de setembro de 2001, e o diretor da Brasoja, Antonio Sartori, fez estas previsões ao editor sobre os desdobramentos do evento na economia global:

- Os preços dos alimentos e da energia subirão sem parar. O mundo permanecerá inseguro daqui para a frente e isto levará todo mundo a estocar alimentos e energia.

. O editor voltou ao fone de Antonio Sartori nesta terça-feira e conferiu os números sobre a previsão que fez (os números referem-se ao RS e são apenas da soja, mas não diferem muito em relação às demais commodities), 6 de setembro de 2001 e 6 de setembro de 2011:

Preços por tonelada, em dólar: 173/522
Produção, em tonelada: 6/ 12
Exportações, em tonelada: 2,7/ 6


Os produtores gaúchos estão produzindo muito mais soja e recebendo muito mais por ela.


O veto de Lula à Emenda Ibsen também beneficia o cartel internacional do petróleo

Muita gente ainda não se deu conta que a derrubada do veto de Lula à Emenda Ibsen no Senado, além de garantir a redistribuição dos royalties do petróleo (o RS recebe R$ 93 milhões e passará a receber R$ 1,5 bilhão por ano), acabará com um contrabando entreguista contrabandeado pelo senador Romero Jucá e mantido por Lula. 

. A emenda de Jucá, que é líder do governo, dispõe que os royalties pagos pelo produtor será devolvido em petróleo vivo. Quando o pré-sal estiver todo ativo, isto significará a devolução de algo como 15 bilhões de barris de petróleo, quantidade igual a produção de hoje.

. A Emenda Ibsen proíbe qualquer indenização ao produtor, o cartel internacional do petróleo  - qualquer. 

. O contrabando de Romero Jucá, segundo o Wikileaks, partiu de lobistas internacionais, via IBP, Fiesp e Onip.

- O editor confirmou estas informações com o ex-deputado Ibsen Pinheiro.


Se for a voto, será derrubado o veto de Lula à Emenda Ibsen

O deputado Alceu Moreira, presidente da Frente Parlamentar do Pré-Sal, reafirmou que o presidente do Senado, José Sarney, poderá ceder às pressões do Planalto e levar a votação da Emenda Ibsen para o dia 5 de outubro.

. A data combinada é 15 de setembro.

- A Emenda Ibsen foi aprovada com folgada maioria na Câmara e no Senado, mas resultou vetada por Lula. O veto será derrubado. No RS, o único Partido que não apóia a Emenda Ibsen é o PT. Também o governador Tarso Genro preferiu ficar ao lado do Rio e do Espirito Santo.


Coreanos da Hyundai enganam Tarso e levam fábrica de elevadores para Pernambuco

Nem de longe é possível comparar a expulsão da Ford por Olívio Dutra e o caso da Hyundai e seus 15 mil empregos que gerariam com a fábrica gaúcha de elevadores, mas a perda é igualmente relevante e demonstra o jeito petista local de administrar.

. O Governador Tarso Genro foi no mínimo enganado pelos coreanos da Hyundai:

1) No dia 30 de maio, em Seul, o governo gaúcho anunciou com pompa e circunstância que acabara de fechar o negócio que poderia ser a jóia da coroa da viagem, um protocolo de intenções para instalar uma fábrica de elevadores no RS. Estava presente o próprio presidente da Hyundai, Hyun Jeong Eun. Tarso regressou radiante da viagem e aproveitou a glória para descansar uma semana em Madrid, onde manteve tertúlias culturais, e Lisboa, onde voltaria ao País como convidado de honra do voo inaugural da TAP, completando seu périplo internacional.

2) No dia 17 de agosto, os coreanos vieram ao RS e confirmaram a intenção de implantar a fábrica de elevadores em Santa Maria ou Pelotas.  E foram além, porque destacaram três grupos para viajar pelo Estado, em busca de oportunidades nas seguintes áreas: 

a) Porto de Rio Grande (terminal e logística). 
b) Gás (regaseificação e distribuição de gás natural. 
c) Fábrica de elevadores.

- Os auxiliares e conselheiros de Tarso na área econômica, trataram os coreanos como se eles fossem japoneses, mas os coreanos são muito mais rápidos e muito menos éticos do que os japoneses.Nesta terça, o secretário Mauro Knijnik, assegurou que o investimento coreano está garantido para o RS, mas o editor procurou o grupo Paes Mendonça e recebeu a notícia de que a Hyundai vai levar a fábrica para Pernambuco, em associação com eles.


Saiba como o governo Tarso joga na divisão dos brigadianos

Sem conseguir jogar a opinião pública contra os brigadianos, já que os esquadrões de incendiários foram desmascarados por câmeras curiosas e revelaram que os comandos são de militares do PT, o governo do sr. Tarso Genro aposta agora na divisão dos líderes da Abamf (soldados, cabos, sargentos e tenentes) e da Asofbm (capitães, majores e coronéis).

. As barricadas de fogo continuam sendo colocadas no interior e em Porto Alegre.

. A aposta no divisionismo ocorreu na quinta-feira da semana passada, quando o chefe da Casa Civil, Carlos Pestana, recebeu em Palácio os representantes das 12  "entidades" criadas no interior e na capital pelo próprio PT. Até uma associação pouco conhecida de esposas de brigadianos,  teve acesso ao gabinete de Pestana. 

- Abamf e Asofbm sabem disto muito mais do que o editor e melhoraram a mobilização em todo o Estado. Até esta quinta-feira, por exemplo, os líderes da Abamf  terão visitado 200 municípios. Na sexta-feira, o governo prometeu receber as lideranças e revelar sua proposta de aumento de salários. Abamf e Asofbm não esperam menos de 25%  para vigência imediata.

CLIQUE AQUI para examinar os salários dos brigadianos do RS, os mais mal pagos do Brasil.


Ativistas brigadianos petistas dissidentes querem os cargos do PTB

Muito mais do que uma luta política - partidária e ideológica - os ativistas dissidentes da Abamf e Asofbm  vinculados ao PT, estão de olho nos cargos em poder dos demais Partidos da base aliada de Tarso.

. O Partido mais visado pelos ativistas dissidentes da Abamf e Asofbm é o PTB.



Tags:
Fonte:
Blog Polibio Braga

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário