Dados da economia grega fazem bolsas da Europa cair nesta segunda

Publicado em 03/10/2011 08:26 e atualizado em 03/10/2011 10:01 363 exibições
Previsão é de que o desemprego atinja 16,4% em 2012.
Os índices divulgados nesta segunda-feira (3) sobre a economia grega derrubaram as bolsas europeias no começo do pregão desta segunda-feira (3). Os índices preveem que a economia do país vai encolher 2,5% em 2012 – em comparação com a contração de 5,5% que deverá ser registrada em 2011. Além disso, a previsão de desemprego no país para este ano é de 15,2%, subindo para 16,4% em 2012.

Os números derrubaram as bolsas europeias, além de atingir Tóquio, que fechou em queda de 1,78%. Perto das 7h30 (horário de Brasília), Frankfurt operava em baixa de 2,65% e Londres tinha queda de 2,22%. Madrid recuava 2,38%, Milão caía1,97% e Paris cedia 2,63%

Dados divulgados hoje apontam que a dívida pública grega vai subir para 172,7% do PIB do país em 2012. Para este ano, a previsão de dívida pública é de 161,8%.

Incertezas globais derrubam Bolsas da Ásia na sexta (hoje é feriado na China e Coréia)

As bolsas asiáticas sofreram com a crise da dívida soberana na zona do euro e as incertezas sobre o crescimento da economia global. Houve quedas acentuadas em todos os mercados, também no embalo das perdas ocorridas em Wall Street na sexta-feira. Não houve negociações na China e na Coreia do Sul por ser feriado.

Este foi o exemplo na Bolsa de Hong Kong, que estendeu as perdas e atingiu o pior resultado em mais de 28 meses. O índice Hang Seng caiu 4,4% e encerrou aos 16.822,15 pontos, o menor fechamento desde 15 de maio de 2009. As imobiliárias e financeiras chinesas, com os temores sobre o aperto nas políticas de crédito, lideraram a baixa. Ping An teve o pior desempenho entre as blue chip e perdeu 13,3%. Bank of Communications recuou 7% e Bank of China deslizou 6,5%. China Resources Land cedeu 11,8%.

A Bolsa de Tóquio iniciou o último trimestre do ano com queda expressiva, uma vez que o declínio do euro e cortes nas avaliações de corretoras sobre setores importantes afundaram ações de empresas líderes, como Panasonic, Sony e Itochu. O índice Nikkei 225 baixou 154,81 pontos, ou 1,8%, para 8.545,48 pontos.

As informações são da Dow Jones.

Tags:
Fonte:
G1/Estadão

0 comentário