Grãos: Preços animam produtores no PR

Publicado em 04/10/2011 07:48 237 exibições
Apesar das quedas das cotações dos grãos na Bolsa de Chicago (CBOT), os preços da soja e do milho estão incentivando os agricultores brasileiros a ampliar a área com grãos em 2011/12. A valorização da saca é impulsionada principalmente pelo dólar, que tem se recusado a ficar abaixo de R$ 1,80 no mercado interno.

O agricultor Acilso Janguas, de Campo Mourão (Oeste do Estado) se mostra tão animado com o ciclo atual que chegou a arrendar uma nova fazenda em Engenheiro Beltrão.“Vamos aumentar a área de cultivo em 121 hectares em relação à safra passada por conta do preço bom”, conta ele.

Com o milho também em alta, Janguas decidiu antecipar o plantio do ciclo para conseguir entrar com a segunda safra do cereal logo após a colheita de verão. O objetivo do agricultor é iniciar a semeadura do milho em fevereiro de 2012. “Com antecipação, a lavoura de milho não corre o risco de pegar geada”, revela. Até o último domingo (02), Janguas já havia plantado 50% dos 530 hectares que pretende cultivar nesta safra. “Assim que a chuva voltar a aparecer, vamos continuar o plantio”, diz. Mesmo depois de negociar 30% da produção a R$ 44,80, o agricultor acredita em novas altas nos preços da saca de soja. “Com o estoque mundial em baixa, estamos confiantes que os preços devem aumentar até a colheita”, analisa Janguas.

O solo seco não impediu que o agricultor Arquimedes Bareta colocasse as plantadeiras para trabalhar. Com 200 hectares dedicados à soja precoce, ele começou a plantar na quarta-feira (28) e pretende concluir os trabalhos de campo da safra de verão na próxima semana. “Estamos investindo no plantio de sementes de primeira linha, apostando em uma boa produção, com expectativas de preços superiores a R$ 50 na comercialização”, diz animado.

Tags:
Fonte:
Gazeta do Povo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário