Banco Central do Brasil anuncia corte de juros de 0,5 ponto porcentual, para 11,5%

Publicado em 19/10/2011 19:43 338 exibições
Com a decisão, a taxa REAL de juros (Selic) passa a 5,50% ao ano, A MAIS ALTA (RENTÁVEL) DO MUNDO

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) reduziu nesta quarta-feira a taxa básica de juros (Selic) em 0,5 ponto percentual, para 11,5% ao ano. A queda não surpreende o mercado, que já previa novos cortes após o BC deixar claro, na última reunião, que antevê uma desaceleração intensa da economia brasileira nos próximos trimestres. "O Copom entende que, ao tempestivamente mitigar os efeitos vindos de um ambiente global mais restritivo, um ajuste moderado no nível da taxa básica é consistente com o cenário de convergência da inflação para a meta em 2012", diz o anúncio.

Trata-se da segunda redução dos juros promovida pelo comitê neste ano. Em 31 de agosto, o BC já havia decidido baixar a Selic em 0,5 ponto porcentual para 12% ao ano, numa decisão que não foi unânime, pois contou com a oposição de dois diretores da autoridade monetária. A decisão pegou o mercado – que se encontrava dividido entre manutenção e uma queda de 0,25 ponto porcentual da Selic – de surpresa e foi duramente criticada pelos analistas.

Desta vez, não é muito diferente. Os economistas ainda lutam para aceitar o argumento do BC de que prevê enormes impactos da crise internacional no Brasil. Tal como na reunião de agosto, a avaliação é que o Banco Central tem adotado uma estratégia arriscada e, no mínimo, excessivamente cautelosa. Boa parte dos analistas ainda não consegue "comprar" a tese do BC de que a economia doméstica desacelerá fortemente neste ano, a ponto de permitir um alívio das pressões inflacionárias. Para o mercado, ainda não está nada claro até que ponto essa medida de “cautela” e “precaução” – isto é, o ciclo de redução da taxa Selic – poderá se revelar um castigo para a economia do país ao criar as condições para um descontrole da inflação.


Tags:
Fonte:
veja.com.br

0 comentário