Importação global de alimentos deve atingir recorde de US$ 1,29 tri

Publicado em 21/11/2011 06:48 195 exibições
As importações globais de alimentos devem bater o recorde de US$ 1,29 trilhão em 2011. Em comparação a 2010, a alta seria de 24%. De acordo com as estimativas da Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO), o aumento do custo das importações deve alcançar dois dígitos em todas as categorias de alimentos na comparação com 2010. Segundo a FAO, essa elevação deve-se mais ao aumento dos preços.

A conta das importações deve pesar mais para os países menos desenvolvidos. Para eles, a fatura vai aumentar 32% neste ano. Em outra categoria, a das nações menos desenvolvidas onde há déficit de alimentos, o custo deve subir 27%. Nesses países mais vulneráveis, o gasto com as compras de alimentos será de 17% do total das importações, ante 7% na média mundial. Para os desenvolvidos, a conta deve subir 22% em 2011.

A elevação do gasto com a importação de alimentos tem sido puxada pelos produtos à base de grãos e óleos vegetais. Juntas, essas duas categorias de commodities são responsáveis por 36% de toda a conta das importações, contribuindo também com mais de um terço do aumento do gasto ante 2010.

Outros produtos, contudo, também ficaram bem mais caros para os importadores. É o caso do açúcar e das bebidas (alta de 23%), além de carne e lácteos (19%). Com a inclusão dos pescados, o custo das importações de proteína animal chega a US$ 365 milhões em 2011. Trata-se do grupo de produto mais caro da cesta pesquisada pela FAO.

Confira a íntegra da notícia no DCI

Tags:
Fonte:
DCI

0 comentário