Herança das cooperativas, verticalização predomina

Publicado em 30/11/2011 08:43 207 exibições
Ligação das indústrias com produtores faz parte do DNA do agronegócio e funciona como estratégia de desenvolvimento
Impulsionada pelo cooperativismo, a agroindústria do Paraná carrega uma de suas principais características: a verticalização da ca­­deia produtiva. Tanto entre as cooperativas que optam por focar sua atividade industrial em segmentos mais tradicionais (processamento de grãos, por exemplo) como entre aquelas que têm procurado diversificar sua produção, a estratégia verificada é a de criar condições para que o fornecimento ocorra a partir de seus agricultores associados.

Entre as cooperativas com faturamento anual superior a R$ 1 bilhão, de 80% a 100% da matéria-prima é adquirida dos produtores cooperados. É o caso, por exemplo, da Integrada, de Londrina. Nela, conforme o diretor Sérgio Otaguiri, praticamente toda a produção industrial é fornecida pelos agricultores associados – buscar ou­­tros fornecedores é exceção à regra, só em casos excepcionais.

Leia na Gazeta do Povo

Tags:
Fonte:
Gazeta do Povo

0 comentário