NY: Algodão fecha em queda de 300 pts, caindo para mínimas de 22 meses

Publicado em 22/05/2012 17:13 e atualizado em 22/05/2012 17:58 460 exibições
O algodão na Bolsa de Mercadorias de Nova York (ICE Futures) encerrou com fortes perdas nesta terça-feira. O patamar de preços foi o menor em 22 meses. O vencimento Julho teve 300 pontos, fechando a 74,52 centavos de dólar por libra-peso. Já o contrato Outubro encerrou a 73,80 centavos de dólar por libra-peso, com perda de 287 pontos. Também em queda, o vencimento Dezembro registrou desvalorização de 300 pontos, encerrando a 71,57 centavos de dólar por libra-peso. 

A tendência para a commodity, de acordo com o analista Élcio Bento, é de quedas ainda maiores. Desde o primeiro trimestre do ano passado, quando o algodão operava a 215 centavos de dólar por libra-peso, os preços seguem um caminho de declínio.

Neste ano, o tombo nas cotações ocorreu em função dos números divulgados pelo USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) no mês de maio. Ele estimou estoques finais na temporada 2012/13 em 73,75 milhões de fardos, um volume muito grande.

Além disso, especula-se que a tendência em termos de consumo é de retração, com menor presença da China no mercado comprador. Nesta terça-feira circularam no mercado internacional boatos de que a nação asiática estaria dando um "calote" em contratos de importação de algodão, soja, carvão e ferro. Essa informação trouxe nervosismo ao mercado e levou os preços ao limite de baixa em determinados momentos do pregão. 

Tags:
Por:
Fernanda Cruz
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário