Algodão MT: Mesmo com lentidão nas compras, pressão sobre estoques internos é maior

Publicado em 06/08/2013 08:32
542 exibições

O primeiro semestre termina com cenário positivo para a indústria de transformação em geral no Brasil, de acordo com o IBGE, de janeiro a junho houve acréscimo de 1,9%, já a indústria têxtil nacional sofreu queda de 4% no acumulado do ano, e, em relação a junho de 2012, a queda é de 2%. A situação da indústria nacional explica a compra pontual da pluma para a produção têxtil, adquirindo apenas lotes pequenos para consumo imediato. Porém, em relação a maio de 2013, junho reagiu e aumentou em 2,8% a produção. Ainda que a Conab estime um acréscimo de 3% no consumo de pluma no Brasil, chegando a 887 mil toneladas, a reação da ponta compradora ainda não foi sentida. Mesmo com a lentidão nas compras, a pressão sobre os estoques internos de algodão em pluma é bem maior neste ano pela queda acentuada na produção (-41%). A colheita, que chega próxima da metade em Mato Grosso, com 43,6% da área plantada, gerou 291 mil toneladas de pluma, porém agosto inicia com apenas 10% da pluma beneficiada, o que deve gerar atrasos no embarque e a chegada mais tardia do produto ao mercado interno também.

Leia o boletim na íntegra no site do Imea

Tags:
Fonte: Imea

Nenhum comentário