Sol e calor beneficiam a colheita final de algodão no Mato Grosso

Publicado em 06/09/2013 10:43
604 exibições
Segundo a Climatempo, a próxima semana será marcada por tempo seco e quente

Nos últimos dias, a presença do ar seco tem favorecido os trabalhos de colheita nas plantações de algodão no Mato Grosso, o maior produtor nacional da cultura. Estima-se que 85% da área já foi colhida.

De acordo com Aline Tochio, meteorologista da Climatempo, até o próximo domingo (8), há previsão de chuva, principalmente no norte mato-grossense, mas não deve comprometer os trabalhos dentro do campo. A partir da próxima semana, o ar seco volta a ganhar força. Desta forma, o sol predomina e a temperatura passa dos 30°C facilmente em todas as áreas do Estado. Após esse período, há previsão de chuva apenas no dia 18, mas de forma localizada e especialmente no oeste mato-grossense.
 
Balanço da Safra
 
Segundo Elisa Gomes, analista de mercado da Instituto Mato-Grossense de Economia Agrícola (IMEA), as cidades de Lucas do Rio Verde e Sorriso apresentaram diferença na produtividade em relação a outras áreas do estado. "Na época do plantio, o surgimento de pragas dificultou o trabalho dos produtores, principalmente nas áreas que compõem o médio norte do Estado”, explica Elisa. A colheita está programada para terminar na segunda quinzena de setembro e apenas a chuva pode atrapalhar a fase final dos trabalhos em campo.
 
No fim do mês passado, a produção nas cidades de Lucas do Rio Verde e Sorriso girava em torno de 222 arrobas por hectare. Segundo o IMEA, nas regiões oeste e sudoeste mato-grossense, como os municípios de Sapezal, Rondonópolis, Primavera do Leste e Campo Verde, a produção gira em torno de 276 arrobas por hectare, uma diferença de 54 arrobas (810 kg). Até agora, a produção média no Mato Grosso está em torno de 259 arrobas por hectare.

Tags:
Fonte: Climatempo

0 comentário