Calma, gente! Os institutos de pesquisa erram sempre a favor do PT…

Publicado em 21/10/2014 14:01 825 exibições
por Rodrigo Constantino (+ Lauro Jardim e Ricardo Setti), de veja.com

Calma, gente! Os institutos de pesquisa erram sempre a favor do PT…

Muitos ficaram desanimados com as pesquisas recentes do Datafolha, e os próprios investidores acusaram o golpe: as estatais despencaram e o Ibovespa já voltou para os 52 mil pontos.

Fonte: Infomoney

Fonte: Infomoney

 

Quem sabe o que mais quatro anos de PT representariam para nossa economia (e democracia) entra em pânico mesmo, com razão. Razão por antecipar a desgraça que seria para o Brasil uma reeleição de Dilma, mas não necessariamente por acreditar nas pesquisas. Seu histórico é ruim, e com um importante “detalhe”: os erros tendem a favorecer sempre os petistas e prejudicar os tucanos.

Um leitor preparou e me mandou a seguinte tabela:

Pesquisas eleitorais

 

O que podemos ver é que tanto o Ibope como o Datafolha acabaram superstimando os votos no PT e subestimando os votos no PSDB nas últimas eleições. Não digo que seja algo deliberado. Talvez haja alguma explicação metodológica, de amostragem, não sei. Mas o fato é esse: os tucanos costumam ter mais votos do que as pesquisas apontam, e os petistas menos.

Portanto, patriotas, não é hora de desanimar, e sim de arregaçar as mangas e trabalhar dobrado para livrar o Brasil dessa máfia corrupta e autoritária…

Rodrigo Constantino

 

Novo tom

Aécio: propostas

Aécio: propostas

Propostas, propostas e mais propostas. Nesta ordem, serão esses os assuntos da campanha deAécio Neves até domingo.

As pesquisas encomendadas pelo PSDB revelam que o eleitor indeciso quer é saber o que o futuro presidente fará por ele. Não quer saber de ataques.

Por isso, eles diminuirão bastante, embora não cessem por completo.

Quem vibra com ataques pesados, garantem as pesquisas, são os eleitores fieis tucanos. Mas estes já estão garantidos.

Por Lauro Jardim

Eleições 2014

Já deu

Petrobras: símbolo de encrencas

Petrobras: símbolo de encrencas

O escândalo de corrupção da Petrobras continua surpreendendo, com novos nomes implicados sendo revelados às toneladas – o último que apareceu, no sábado, foi o de Gleisi Hoffmann, mantendo a tradição de chefes da Casa Civil dos governos do PT metidos em encrencas (José Dirceu, Erenice Guerra e Antônio Palocci).

Mas eleitoralmente, por incrível que pareça, já deu o que tinha que dar. A avaliação das duas campanhas é que o estrago que tinha que fazer na campanha de Dilma Rousseff já foi feito. E dificilmente ela perderá mais votos do que já perdeu com isso nesta reta final.

Por Lauro Jardim

Eleições 2014

A aflição da apuração

dilma aecio

Três horas de espera

O horário de verão vai aumentar em um terço a angústia dos brasileiros com a eleição presidencial.

Motivo: o Acre está agora com três horas a menos que Brasília por causa do horário de verão. Logo, no domingo, o Sul, Sudeste e Centro-Oeste terão que aguardar três horas desde o fechamento das urnas até a divulgação do primeiro resultado. E dessa vez sem pesquisa de boca de urna.

Como consolo, a previsão que às 20h, quando se divulgar o primeiro resultado, já aparecerá contabilizada mais da metade dos votos.

Por Lauro Jardim

Brasil

Nível mais baixo

Termelétricas em ação

Termelétricas em ação

Os níveis dos reservatórios do Sudeste estão abaixo daqueles observados em 2001, em pleno racionamento de energia da era FHC.

De acordo com dados do próprio governo, hoje : os níveis dos reservatórios do Sudeste chegaram a 21,1%, ou seja, 0,19% abaixo dos níveis observados no dia 31 de outubro de 2001.

No Sul, estão abaixo do registrado em outubro de 2001, embora no Nordeste e no Norte os níveis dos reservatórios estejam acima do observado naquela data.

Como hoje, cerca de 27% da energia consumida no Brasil vem das usinas térmicas, o país vai levando sem apagão.

A propósito, o custo do megawatt-hora médio das termelétricas para esta semana foi fixado pelo governo em 852,70 reais. No início do ano, custava 247 reais. Ou seja, um aumento de 245%.

É um valor oito vezes maior do que o valor do megawatt-hora médio e oito vezes maior do que das hidrelétricas.

Por Lauro Jardim

 

Dilma, enfim, manda pagar o IPVA atrasado de seu carro em Porto Alegre

O lucro das eleições: a presidente Dilma acertou suas dívidas referentes a um carro avaliado em 6 000 reais (Foto: Alan Marques/Folhapress)

O lucro das eleições: a presidente Dilma acertou sua dívidas referente ao cansado Fiat Tipo 1995 que mantém em Porto Alegre (Foto: Alan Marques/Folhapress)

DENTRO DA LEI

Nota publicada na seção “Holofote” de edição impressa de VEJA

A eleição, enfim, rendeu algum lucro aos cofres públicos.

O IPVA e o seguro obrigatório do carro particular da candidata Dilma Rousseff — um Fiat Tipo 1995, já fora de linha e avaliado em 6 000 reais — estavam em aberto desde o ano passado.

A dívida somava 691,13 reais.

Três dias depois de revelada (por VEJA) a informação de que a conta estava pendurada, o pagamento foi efetuado.

A documentação atualizada do Tipo presidencial foi finalmente liberada pelo Detran gaúcho e enviada pelo correio a Brasília.

A demagogia sórdida de Lula bate recordes: ele reclama “onde estava Aécio na luta contra a ditadura?” quando Dilma foi presa. Finge esquecer que Aécio tinha, na época, 7 anos de idade…

(Foto: Iva Pacheco/VEJA.com)

Lula espumando de ódio em cima de um palanque: será que ele tem algum limite quando se trata de ganhar eleição? (Foto: Iva Pacheco/VEJA.com)

Qual será o limite para o ex-presidento Lula?

Babar de ódio, fazer os olhos saltar das órbitas, precisar de uma camisa de força quando se refere ao adversário Aécio Neves?

Embora seja perda de tempo falar em limites com Lula, em matéria de demagogia sórdida, ofensas, mentiras e outros expedientes para ganhar eleição, até onde irá este homem que, um dia, dirigiu os destinos do país?

No programa eleitoral de Dilma ontem à noite, aparece um Lula em cima de um palanque vociferante, urrando, desfigurado ao falar de Aécio – que voltou a chamar de “filhinho de papai” — e que, apontando para Dilma, disse:

– Essa moça aqui foi presa aos 20 anos (em 1967), porque lutava pela liberdade contra a ditadura. Onde é que estava o Aécio?????

Como Dilma foi presa pelo extinto DOPS em São Paulo, em janeiro de 1970, época de férias escolares, Aécio — que cursava o segundo ano do antigo curso primário — deveria estar em casa, brincando de carrinho ou andando de bicicleta, uma vez que, nascido em 1960, o candidato tucano tinha… 7 anos de idade.

Lula errou até a idade de Dilma, que estava com 22 anos ao ser presa como integrante da organização de luta armada VAR-Palmares, chefiada pelo ex-capitão do Exército Carlos Lamarca.

Mas o que interessam essas coisas – que a maioria das pessoas denomina de a verdade – para Lula, quando se trata de mentir e enganar, não é mesmo?

Quanto à Dilma naquela época “lutar pela liberdade” — quando a VAR-Palmares se opunha à ditadura militar, sim, mas queria em seu lugar outra ditadura, ditadura comunista, de partido único — é outra mentira, da qual trataremos oportunamente.

(por Ricardo Setti)

 

Vereador do PT mineiro diz: quem conhece Aécio, vota nele! Irmã de Lula concorda…

É incrível. Até alguns petistas estão debandando e declarando voto em Aécio Neves. A irmã de ninguém menos do que o ex-presidente Lula, por exemplo. Sim, Lindinalva Silva já tinha apoiado tucano antes, e agora disse que vota em Aécio Neves:

Vai dar briga em família! Outro que declarou apoio ao tucano foi um vereador do PT mineiro, Vitório Júnior, de Ribeirão das Neves, que fez uma contundente crítica ao próprio partido, e disse sem titubear: “Quem é mineiro vota Aécio”. Vejam:

Esse, pelo visto, será expulso do partido, pois não rezou de acordo com a cartilha, preferindo manter sua consciência cívica em paz.

Mas o importante é o seguinte: até mesmo aquelas pessoas bem próximas do PT estão tomando coragem para colocar os interesses nacionais acima dos próprios. É isso mesmo!

Rodrigo Constantino

 

Banco do Brasil virou braço partidário do PT e faz terrorismo eleitoral

As denúncias não param de aumentar. O PSDB teve até de criar um canal específico para elas, pois o PT tem usado todo o aparato estatal para fazer campanha eleitoral, e com terrorismo ainda por cima. Isso não é democrático! Isso é crime!

A última que recebi foi de um leitor correntista do Banco do Brasil aguardando atendimento. Eis os panfletos que eram distribuídos na agência estatal e que circulam entre os funcionários:

Propaganda BB

Propaganda BB 2

Os petistas estão desesperados com o risco de derrota. Fazem terrorismo e cometem crime eleitoral na maior cara de pau. Aécio não quer privatizar o BB, e sim resgatá-lo das garras do PT. O partido transformou o banco público em uma filial partidária, o que é absurdo.

Os funcionários de carreira do Banco do Brasil são prejudicados por essa politicagem, pois além de conviverem com chefes incompetentes apontados apenas pela afiliação ao PT, correm o risco de perder o emprego amanhã, quando esse uso político causar enormes prejuízos ao banco.

Politicagens como essa, divulgada pela Folha hoje:

O Banco do Brasil concedeu empréstimo de R$ 2,7 milhões à apresentadora de TV Val Marchiori, a partir de uma linha subsidiada pelo BNDES, contrariando normas internas das duas instituições.

Marchiori tinha restrição de crédito por não ter pago empréstimo anterior ao BB e também não apresentava capacidade financeira para obter o financiamento, segundo documentos internos do BB obtidos pela Folha.

A empresa pela qual Marchiori tomou o crédito, a Torke Empreendimentos, apresentou como comprovação de receita a pensão alimentícia de seus dois filhos menores de idade. O financiamento, repassado pelo BB a partir de uma linha do BNDES com juros de 4% ao ano –mais baixos que a inflação–, foi usado na compra de caminhões.

A Torke não tinha experiência na área de transportes e a atuação da empresa até então estava relacionada à carreira de Marchiori na TV.

Na condição de administradora com poderes plenos na empresa, Marchiori tinha dívidas antigas com o BB que representavam impedimento para o novo empréstimo. Por isso, foi feita uma “operação customizada”, ou seja, sob medida para Marchiori, para liberar os recursos.

Val Marchiori é amiga do presidente do BB, Aldemir Bendine. A apresentadora esteve com ele em duas missões oficiais do banco, uma na Argentina e outra no Rio. Em entrevista à Folha, o ex-motorista do BB Sebastião Ferreira da Silva disse que a buscava em diversos locais de São Paulo a pedido de Bendine. “Fui buscar muitas vezes a Val Marchiori”, disse ele.

[...]

Na análise de risco, o BB apontou que Marchiori não tinha como comprovar receita compatível com o empréstimo, que tem prazo de pagamento de cinco anos. No item “garantias mínimas” para o financiamento, o banco diz: “Coobrigação obrigatória da administradora Valdirene Aparecida Marchiori, ainda que sem recursos computáveis compatíveis”.

Segundo a análise de crédito, os fiadores da operação, o irmão e a cunhada de Marchiori, donos da Veloz, também não apresentavam recursos para garantir a operação. Assim, o BB dispensou a comprovação de capacidade de pagamento da tomadora do crédito e dos fiadores. 

Chega de tanto jogo sujo! Chega de tratar o Brasil como uma republiqueta das bananas! O Brasil precisa se livrar do PT, ou o PT vai arruinar com o Brasil.

Rodrigo Constantino

Tags:
Fonte:
Blog Rodrigo Constantino (VEJA)

1 comentário

  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    Saiu a pesquisa do instituto Vèrita, vejam... http://www.hojeemdia.com.br/elei%C3%A7%C3%B5es-2014/aecio-tem-53-2-contra-46-8-de-dilma-mostra-pesquisa-do-instituto-verita-1.276725

    0