Saiba por que a taxa de juros poderá cair mais 0,5% nesta quarta-feira

Publicado em 18/10/2011 18:09 319 exibições



Ao final da reunião que começou nesta terça-feira, o que ocorrerá na quarta, o Copom reduzirá em mais 0,5% a taxa básica de juros, a Selic.

. É o que espera todo o mercado.

. O editor recebeu análise do professor da Escola de Economia da FGV de São Paulo, Rogério Mori, que explica os fundamentos da queda:

- O Banco Central trabalha com um cenário de queda da inflação, desaceleração da atividade econômica doméstica e ambiente internacional conturbado.

. A queda não ficará por aí, a menos que uma nova aceleração da inflação reverta o quadro.

- Nesta terça-feira, o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de São Paulo subiu 0,27 por cento na segunda quadrissemana de outubro, ante alta 0,23 por cento na primeira, informou a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) nesta terça-feira. 


Bloqueio argentino: Governo federal acovarda-se e não ajuda calçadistas gaúchos


Há apenas duas semanas, quando os calçadistas gaúchos alçaram-se em brios para exigir apoio do governo brasileiro diante dos bloqueios argentinos, as notícias vindas de Brasília foram animadoras.

. Acontece que era apenas fogo fátuo.

. São 3,4 milhões de pares retidos nas alfândegas e nas fábricas brasileiras - todos já vendidos.

. O governo da sra. Dilma Roussef tem sido fraco, omisso e covarde. A presidente não pode alegar ignorância, porque na sexta-feira o governador Tarso Genro disse ter pedido ajuda dela. Percebe-se que não teve êxito. Dilma viajou para a África sem fazer nada a respeito. 


- Os calçadistas gaúchos alegam que o bloqueio argentino fere as regras da Organização Mundial do Comércio, o que é verdade. A Abicalçados teme que o freio argentino comprometa as vendas de Natal, conforme denúncia desta terça-feira do jornal NH, de Novo Hamburgo, RS, ligado aos calçadistas. O jornal revelou que a West Coast mandou seu diretor Eduardo Smaniotto, ontem, a Buenos Aires, para tentar contornar o impasse. Se não conseguir, ele redirecionará as mercadorias para o mercado interno, vendendo com perdas.



Ministro dos Esportes comprou terreno em área que poderá ser desapropriada pela Petrobrás


- O ministro depôs nesta terça no Congresso, mas na mesma hora falou para a oposição, também no Congresso, o policial que o denunciou. A Petrobrás informou ao editor, ontem, que não desapropriará o terreno de Orlando Silva em SP, mas os documentos publicados não confirmam isto.

Se a reportagem de capa da revista Veja desta semana não conseguiu derrubar o ministro dos Esportes,  Orlando Silva,  com certeza esta devastadora  investigação da Folha de São Paulo era a pá de cal que faltava para enterrar o ministro do PCdoB. 

. Reportagem ou notícia de jornal ou TV que faz a denúncia e mostra as provas materiais e testemunhais, é mais do que arma letal. 

. O site UOL desta terça-feira, pertencente aos jornais O Globo e  Folha de São Paulo, chegou ao requinte de disponibilizar o mapa da área onde se encontra o terreno que o ministro Orlando Silva comprou no ano passado  por R$ 370 mil e que "coincidentemente" poderá ser desapropriado pela Petrobrás, porque por ali passa  um gasoduto. Terrenos vizinhos já foram desapropriados e existem notícias de que a Petrobrás irá adiante. O Plano Diretor de Dutos da Petrobrás inclui o terreno na alça de mira da companhia. O ex-proprietário, um casal belga, tinha começado a conversar com a Petrobrás. A compra foi feita em dinheiro vivo (petistas e comunistas não gostam de usar cheque). 

. Ligadíssimo à Petrobrás é outro velho companheiro do ministro na área, mais especificamente no Conselho Nacional do Petróleo, o histórico comunista baiano Haroldo Lima. O lugar-tenente de Lima, é o ex-deputado do PCdoB do RS e ex-secretário da Smic denunciado num escândalo sobre advocacia administrativa do qual não se fala mais nada. 

. Aliás, a Petrobrás enfiou R$ 30milhões no programa Esporte & Cidadania, do ministério dos Esportes.

. O ministro dos Esportes comprou o terreno em seu nome e da mulher, a atriz Ana Cristina Petta. Petta integra a Companhia do Latão, grupo teatral patrocinado pela Petrobrás. 

CLIQUE AQUI para ler a reportagem completa da Folha de São Paulo, inclusive fotos, mapas e fac similes de documentos.


120 mil estudantes aguardam por vaga de estágio no RS

O CIE-E informou nesta terça-feira ao editor que 120 mil estudantes aguardam vagas para estágio no RS.

. É efeito da Lei Manuela, que tornou anti-econômica a contratação de estagiários e desmotivou as empresas.

Tags:
Fonte:
Blog Polibio Braga

0 comentário