Boi: Pressão de baixa persiste desde o início do ano, favorecido pela oferta de fêmeas destinadas ao abate

Publicado em 20/03/2012 10:29 500 exibições
BOI EM BAIXA: A pressão de baixa nos preços do boi gordo, que se observa desde o início do ano, ainda se manteve nesta semana em Mato Grosso. A grande oferta de fêmeas destinadas ao abate é apontada como um dos principais fundamentos que ajudou a manter o movimento de queda, fazendo com que o preço do boi gordo ainda não tenha encontrado um piso no atual ano. Os frigoríficos, assim, conseguem manter escalas de abate no Estado superiores a sete dias em média. A cotação da carne no mercado atacadista também está funcionando como fator de influência direta para o recuo no preço pago ao produtor, pois também estão em queda diante do esfriamento da demanda, atingindo a mínima desde junho de 2011. Fato que aliviou, em parte, também os preços dos cortes no varejo, que registraram um pequeno recuo para o consumidor em janeiro e fevereiro.

Clique aqui e confira a análise na íntegra.

Tags:
Fonte:
Imea

0 comentário