Vacinação contra febre aftosa termina nesta quinta em São Paulo

Publicado em 30/05/2012 10:40 739 exibições
Segundo dados do CDA, 53% dos animais com até dois anos de idade ainda não foram vacinados
Pecuaristas do Estado de São Paulo têm até quinta-feira (31/5), para vacinar bovinos e bubalinos com até dois anos de idade contra a febre aftosa. A primeira etapa da campanha começou dia 1º de maio, e segundo dados do sistema da Coordenadoria de Defesa  Agropecuária (CDA), ligada à Secretaria de Agricultura e Abastecimento (SAA),  já foram vacinados 47% do total de animais nesta faixa etária, estimado em 4,7 milhões de cabeças.

Segundo Susumu Ishikawa, diretor do Grupo de Defesa Sanitária Animal, esse número pode ser maior, pois o criador tem até o final deste mês para vacinar e até o dia 7 de junho para comprovar a vacinação.A confirmação será feita pelo pecuarista por meio de apresentação da nota fiscal de compra da vacina e a declaração do rebanho por faixa etária e sexo, que devem ser entregues às Unidades de Defesa Agropecuária. O documento está disponível no site da Defesa (www.defesaagropecuaria.sp.gov.br), e a declaração deve conter a lista dos animais vacinados e de todos os demais bovinos e bubalinos da propriedade, além de declarar também os demais animais dos rebanhos (equinos, suínos, ovinos e caprinos). A penalidade para os pecuaristas que não vacinarem será de cinco Unidades Fiscais do Estado de São Paulo - Ufesps (R$ 92,20) por cabeça. Para aqueles que não comunicarem, a multa é de três Ufesps (R$ 55,32), por animal.

O Estado de São Paulo completa 16 anos sem registro de febre aftosa, uma importante conquista. “É reflexo do trabalho sério e comprometido de pecuaristas de todas as regiões paulistas. Mas para que São Paulo continue colhendo bons resultados é imprescindível a vacinação", ressalta a secretária de Agricultura e Abastecimento, Mônika Bergamaschi. Segundo ela, um estado livre de febre aftosa adicionará valor e trará mais renda para os criadores.

A segunda etapa da campanha deste ano será realizada em novembro, com a vacinação de bovinos e bubalinos de todas as idades.

Com informações do Globo Rural On-line

Tags:
Por:
Thaís Jorge
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário