Rebanho bovino do MT pode encolher

Publicado em 22/06/2012 10:12 e atualizado em 22/06/2012 10:46 970 exibições
Aumento do abate de fêmeas supera percentual de equilíbrio de descarte natural impondo a primeira retração desde 2008
O rebanho bovino de Mato Grosso, o maior do país, poderá encolher cerca de 2% neste ano em função do exagerado volume de abate de fêmeas. Ao contrário da crise 2006, quando a falta de liquidez à atividade ampliou a mortandade de vacas em idade produtiva, em 2012, a ampliação deste descarte reflete fatores climáticos que desde 2010 impactaram na formação das pastagens, agravada no ano seguinte pelo ataque severo de pragas. Está faltando alimento. 

Se a perspectiva apresentada ontem pela Associação dos Criadores de Mato Grosso (Acrimat) em conjunto com o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) se confirmar, o atual plantel de 29,18 milhões de cabeças entrará 2013 com cerca de 28,60 milhões. Neste primeiro quadrimestre do ano, o abate de vacas está 19% acima de igual período do ano passado e o acumulado de janeiro a abril de 2011 já foi 29% maior que em 2010. 


Leia a matéria na íntegra clicando aqui
Tags:
Fonte:
Diário de Cuiabá

0 comentário