Exportações caem e prejudicam mercado do boi gordo

Publicado em 31/07/2012 10:18 685 exibições
A despeito da variação cambial no mês de julho, as exportações de carne bovina caíram 13% em quantidade e 10,8% nos preços médios, atingindo principalmente alguns destinos que comercializam cortes de baixo valor agregado, o que contribuiu para a queda dos preços da arroba do boi gordo no mercado interno. Em julho, a cotação do boi gordo atingiu R$ 89,27 por arroba em São Paulo, desvalorização de 1,8% em relação ao mês anterior. Na comparação com o mesmo período de 2011, a queda foi de 6,9%, segundo o Boletim Custos e Preços, da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), que também traz avaliações sobre os mercados de soja, feijão, café, algodão, arroz, cacau, leite e milho.
No boletim de julho, a Superintendência Técnica da CNA lembra que os preços da ração seguem em alta, influenciados pela valorização da saca de milho, o que pode elevar os custos de produção e a rentabilidade da pecuária de corte e de leite nos próximos meses. Em Unaí (MG), a cotação do milho subiu 24% em julho na comparação com o mês anterior, para R$ 25,20 por saca de 60 quilos. A grande produção de milho safrinha – estimada em 34,5 milhões de toneladas – tem pressionado os preços do cereal e a preocupação dos produtores, neste momento, é com o escoamento de parte desse volume. Apesar da colheita recorde, as notícias de perdas consideráveis na safra norteamericana de milho podem influenciar o ritmo de preços do grão, elevando os custos da pecuária, da avicultura e da suinocultura.
Os preços da soja também subiram em julho e alcançaram o patamar de R$ 78,20 por saca de 60 quilos em Londrina (PR), valorização de 20,8% em relação ao mês anterior e de 73,9% na comparação com igual período de 2011, desempenho influenciado pelo cenário externo, onde as atenções estão voltadas para o impacto do clima seco para a safra norte-americana. Em seu mais recente relatório, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) reduziu em quase 28,81 milhões de toneladas sua estimativa para a produção mundial de soja.
Tags:
Fonte:
CNA

0 comentário