Boi: Período de transição aumenta intervalo de preços

Publicado em 20/06/2013 10:17 473 exibições

Valores dispersos têm sido registrados em função das diferenças entre os animais negociados, segundo informam pesquisadores do Cepea. O período de transição entre a oferta de animais criados a pasto e aqueles provenientes de confinamentos acentua as diferenças entre os lotes – em termos de volumes e características dos animais. A demanda dos compradores depende da urgência para preenchimento das escalas e da necessidade de atender um ou outro mercado específico. Desde o dia 11, a diferença entre preços mínimos e máximos considerados na composição do Indicador do boi gordo ESALQ/BM&FBovespa tem atingido 4 reais por arroba - no início de junho, estava em 3 reais por arroba. De acordo com o Cepea, a oferta de animais para abate tem ficado abaixo da demanda, mas a indústria tem se mostrado bastante resistente em conceder novos ajustes de preços, alegando que o mercado atacadista de carne com osso enfraqueceu com a entrada da segunda quinzena. Esse posicionamento comprador tem se somado às efetivações nos preços menores em função das características dos animais, limitando os aumentos dos preços médios diários. Entre 12 e 19 de junho, o Indicador do boi gordo ESALQ/BM&FBovespa apresentou pequena alta de 0,43%, fechando em R$ 99,15.

Tags:
Fonte:
Cepea

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário