Boi MT: Primeiros indícios da entrada de bois confinados começam a surgir

Publicado em 20/08/2013 08:59
531 exibições

O primeiro recorde vem do acumulado de janeiro a julho de 2013 (3,48 mi de cabeças), é o maior volume para um período de sete meses de um ano. O segundo refere-se ao mês de julho, com registro do maior abate da história em um mês, totalizando o envio de 563,00 mil cabeças de bovinos ao gancho, acima, inclusive, do recorde anterior de janeiro de 2007. O interessante dos dados de abate de julho é que pela primeira vez no ano de 2013 mais machos foram abatidos, correspondendo a 55,58% do abate, e as fêmeas, por consequência, participaram com 44,42% do total. Quando esmiuçados ainda mais os dados, percebe-se que a maior parte dos abates foi de machos com idade de 24 a 36 meses, correspondendo a 38,93% do total abatido em julho. Assim, os primeiros indícios da entrada de bois confinados no Estado começam a surgir e, para corroborar com os dados do Indea, houve relatos de compradores, em julho, de que a oferta desses animais estava aumentando. Deve-se considerar que no cenário projetado para o confinamento em 2013, as entregas realizadas em julho só foram possíveis para aqueles que possuíam uma estratégia com relação à compra de animais e insumos alimentares, principalmente bem definida em abril, não sendo a realidade da maioria.

Leia o boletim na íntegra no site do Imea

Tags:
Fonte: Imea

Nenhum comentário