Boi MT: Setembro trouxe alta para os preços do estado

Publicado em 08/10/2013 09:16
557 exibições

Recém-terminado, o mês de setembro trouxe boas notícias aos pecuaristas do Estado, ou seja, alta nos preços. Para a indústria, no entanto, os resultados não foram dos melhores, já que foi registrado um menor envio de cabeças bovinas ao gancho. Deste modo, a oferta de gado terminado para a indústria frigorífica instalada em Mato Grosso reduziu 10% na comparação de agosto com setembro de 2013, deixando o volume de 549,48 mil cabeças para o resultado de 495,18 mil cabeças. As fêmeas bovinas representaram 35% do volume total abatido em setembro, registrando a pior participação no abate total de bovinos do ano de 2013 e, sob esta ótica, o resultado é positivo, porém, sem motivo de comemoração, pois no acumulado do ano o descarte de fêmeas está alto, sinalizando reflexos negativos no rebanho do Estado. Além da redução de oferta geral de gado, a indústria já sentiu a diminuição do gado terminado no cocho em Mato Grosso e como a demanda vai bem, com tendência de aumento, o resultado foi um só, elevação de preços na cadeia de carne bovina, desde os preços pagos ao bovinocultor de corte do Estado até os preços da carne bovina nas gôndolas dos supermercados pagos pelo consumidor.

Leia o boletim na íntegra no site do Imea

Tags:
Fonte: Imea

0 comentário