Rastreamento eletrônico de rebanho tem investimento de R$ 27 mi em MS

Publicado em 17/10/2013 10:17
527 exibições
Sistema será obrigatório em municípios da antiga ZAV, na fronteira. Brincos eletrônicos serão utilizados para identificar animais, diz Iagro.

O investimento para a implantação de um sistema de rastreamento eletrônico do rebanho bovino chega a R$ 27 milhões em Mato Grosso do Sul, conforme informou, nesta quarta-feira (16), a diretora-presidente da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), Maria Cristina Galvão Rosa Carrijo. O rastreamento vai ser obrigatório nos municípios da antiga Zona de Alta Vigilância (ZAV), na fronteira do estado com o Paraguai.

Segundo Maria Cristina, serão utilizados brincos eletrônicos para identificar o rebanho, que está estimado entre 800 mil e 1 milhão de animais.

“Esse é um projeto pioneiro no País. Além dos brincos, os produtores vão receber também leitores para esses elementos e máquinas que vão possibilitar a impressão na própria fazenda da GTA [Guia de Transporte Animal – documento necessário para qualquer movimentação do rebanho] e da nota fiscal. Esses equipamentos serão cedidos pela empresa que venceu a licitação para implantar o sistema”, explica.

O objetivo, segundo a diretor-presidente da Iagro, é melhorar o controle da sanidade e o monitoramento do rebanho bovino na região fronteiriça.

Leia a reportagem na íntegra no site G1-MS

 

 

Tags:
Fonte: G1 MS

Nenhum comentário