Confinamento deverá gerar retorno de até 9% aos pecuaristas em 2019

Publicado em 05/12/2018 13:57
139 exibições
Caso se confirme, cenário de menor preço de grãos, especialmente do milho, e de cotação da arroba elevada podem estimular terminação de bovinos para abate no cocho no próximo ano

Os pecuaristas que apostarem no confinamento devem ter, em 2019, rentabilidade próxima da alcançada neste ano, apoiada na expectativa de maior oferta de grãos e elevação da cotação da arroba.

Conforme o pesquisador do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), Thiago de Carvalho, a média de rentabilidade do confinamento no País foi de 5,6% neste ano. “ No geral, os confinadores devem ter um retorno entre 5% a 7% no ano que vem”, projetou ontem, em evento da empresa de suplementos nutricionais DSM, em São Paulo.

Ele salienta que conseguir esse tipo de retorno sobre o investimento dependerá das condições de compra do milho para alimentar o rebanho e dos animais de reposição, além do momento da venda do bovino para o abate. “O cenário que se desenha hoje é positivo”, assinala. Segundo ele, se considerados confinamentos com maior adoção de tecnologia, esse rendimento pode ser de 7% a 9%.

Leia a notícia na íntegra no site do DCI

Tags:
Fonte: DCI

Nenhum comentário