Oeste do PR usa conselhos para chegar ao status de livre de aftosa sem vacinação

Publicado em 22/01/2019 11:07
64 exibições

O Oeste do Paraná deu mais um passo importante na sedimentação do caminho que leva à conquista do status de Estado livre de aftosa sem vacinação. Em novembro do ano passado, a região criou o Conselho de Sanidade Agropecuária (CSA) do Oeste, que vai exercer o papel de integrar os agentes da cadeia produtiva e o poder público, e desenvolver ações e políticas de sanidade. O objetivo inicial da organização regional é estimular a criação de conselhos municipais em todos os municípios do Oeste.

A criação do CSA do Oeste faz parte do programa Oeste em Desenvolvimento – do qual a FAEP é integrante. Hoje, menos da metade dos 54 municípios do Oeste têm CSAs instituídos. A intenção do programa é articular uma rede de conselhos municipais, que direcionem suas demandas ao CSA do Oeste, que é quem vai intermediar as soluções ou respostas diretamente com os entes públicos ou órgãos competentes.

“A ideia é estimular a criação de conselhos em cada um dos municípios ou, pelo menos, em cada microrregião, de modo que todas as cidades estejam representadas por um CSA local”, disse o presidente do CSA do Oeste e diretor-executivo do grupo Frimesa, Elias Zydek.

Desta forma, o CSA deve funcionar como um elo entre o setor produtivo e o poder público, de modo que as demandas e políticas para cada microrregião sejam discutidas diretamente com as entidades ou secretarias responsáveis.

“Um dos principais critérios para a conquista do status de área livre de aftosa sem vacinação é que haja uma verdadeira parceria entre o setor público e o privado. E o CSA é o local onde o público e o privado se unem em uma verdadeira organização em defesa das demandas do setor agropecuário”, apontou o consultor da FAEP, Antonio Poloni. “É como se o conselho regional fosse uma espécie de pai dos conselhos municipais, que vai estimular os bons resultados e ajudar a resolver as demandas”, acrescentou Elias Zydek. 

Tags:
Fonte: FAEP

Nenhum comentário