Boi: Mercado futuro fecha a sessão desta 2ª feira com ligeiras valorizações na B3

Publicado em 26/08/2019 17:09
185 exibições

LOGO nalogo

Nesta segunda-feira (26), as referências futuras para o boi gordo encerrou a sessão na Bolsa Brasileira (B3) com ganhos nos principais vencimentos. O contrato agosto/19 terminou o dia cotado a R$ 156,35/@ com uma valorização de 0,13%, enquanto, o vencimento setembro/19 registrou uma alta de 0,19% e está cotado a R$ 158,30/@. Já o contrato outubro/19 terminou o dia cotado a R$ 160,70/@ com uma valorização de 0,16%.

No boletim matinal, a Radar Investimentos apontou que o mercado físico do boi gordo respondeu com firmeza na semana anterior em São Paulo, Minas Gerais  e Mato Grosso do Sul. Além da oferta restrita de boiadas prontas, a carne no atacado esteve sustentada e o apetite da indústria exportadora segue voraz.

Leia mais: 

>> Boi: Apetite da indústria exportadora segue voraz, por Radar Investimentos

A consultoria Agrifatto destacou em seu boletim diário que a carcaça casada bovina avançou 0,4% na última semana, fechando com média no atacado paulista em R$ 10,37/kg. O spread (diferença de preços entre a carne bovina vendida no atacado e a arroba do boi gordo) começou o mês negativo, mas mostrou recuperação nas últimas semanas, fechando a sexta-feira com média em 0,77%.

Em entrevista ao Notícias Agrícolas, o analista de mercado da Agrifatto, Gustavo Rezende Machado, destacou que  as indústrias já estão se preparando para atender a demanda da virada de mês. “Isso gera um otimismo em relação ao consumo interno, mas as escalas estão bastante desuniformes em função de oferta e demanda regional”, afirma.

Veja mais: 

>> Boi: Cotações no balcão estão firmes com o período de entressafra e a tendência é de alta nos preços em curto prazo

Segundo as informações da Scot Consultoria, a oferta restrita de boiadas tem dado sustentação aos preços do boi gordo. Do lado do milho, a exportação em alta limita a queda de preço mesmo com a boa oferta de cereal no mercado interno.

Confira também:

>> Oferta restrita mantém mercado do boi com preços firmes, por Scot Consultoria

Já a Informa Economics ressaltou que o mercado físico da boiada gorda abre a semana com baixo volume de negociações. Como de costume para o primeiro dia da semana, os agentes estudam os resultados com a venda da proteína bovina no mercado atacado, para então entrar de forma mais consistente nos negócios.

Confira como ficaram as cotações nesta segunda-feira:

>> BOI

Tags:
Por: Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário