MS está habilitado a exportar carne bovina in natura para UE

Publicado em 02/12/2008 17:20 1243 exibições

Bovinos de Mato Grosso do Sul e de todo o estado de Minas Gerais e Mato Grosso poderão ser abatidos para exportação de carne in natura para a União Européia, a partir de 1º de dezembro. A medida foi publicada no jornal oficial do bloco, no dia 26 de novembro. A habilitação destas áreas representa, aproximadamente, mais 40 milhões de bovinos somados ao rebanho que pode ser comercializado para o mercado europeu, desde que sejam procedentes de Estabelecimentos Rurais Aprovados no Sisbov (Eras). Agora, são cerca de 130 milhões de animais nessa condição.

A decisão anunciada em outubro, pela Diretoria-Geral para Saúde e Consumidores da União Européia (DG-Sanco), inclui as regiões norte e sul mato-grossenses, 287 municípios mineiros, antes não habilitados pela UE, e o estado de Mato Grosso do Sul, com exceção da faixa de alta vigilância, 15 km no território brasileiro ao longo de toda fronteira com o Paraguai.

Hoje, o Brasil tem 608 propriedades certificadas para exportação de carne bovina in natura ao bloco nos estados de Espírito Santo, Goiás, Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Minas Gerais e Mato Grosso.

“A decisão representa o reconhecimento dos esforços do serviço veterinário brasileiro e aumenta a base do rebanho apto à exportação, desde que sejam cumpridas as regras de rastreabilidade”, enfatiza o secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Inácio Kroetz. Kroetz ainda ressalta que a habilitação dessas áreas era um pleito antigo dos estados. “As autoridades de defesa animal dos estados fizeram sua parte e o reconhecimento veio com a oficialização da DG-Sanco”, completou.

Histórico - A habilitação de Eras para o comércio com a UE tem aumentado significativamente a cada mês. Esse incremento é resultado da intensificação das auditorias realizadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), em conjunto com serviços estaduais de Defesa Agropecuária, no sistema de certificação dessas propriedades rurais.

Tags:
Fonte:
MAPA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário