Arroba do boi gordo valoriza em Mato Grosso

Publicado em 29/03/2010 15:31 641 exibições

O ano de 2009 tirou o fôlego do pecuarista. A crise foi registrada nas exportações, na quebradeira dos frigoríficos e na queda, principalmente, nos preços da arroba, onde o preço médio ficou em R$ 66,43. Mas, os últimos números indicam que a retomada de preços e exportação começa a ser registrado. A arroba do boi gordo, por exemplo, no estado de Mato Grosso segue em alta há mais de 90 dias.

Segundo levantamento do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária – Imea – mostra que a média nominal mensal de março em Mato Grosso já atinge os R$ 71,35, valor que não era registrado desde dezembro de 2008, quando a arroba ficou em R$ 71,65. Fazendo um comparativo entre março de 2009 com a arroba valendo R$65,46, com o mesmo período deste ano, a valorização é de 9%.

“Esse é um bom momento da pecuária, diria que o mercado começa a se recuperar da crise de 2009, tanto no preço da arroba como no volume das exportações. O mercado esta equilibrado entre oferta e demanda”, analisou o superintendente da Associação dos Criadores de Mato Grosso – Acrimat, Luciano Vacari.

A consolidação dessa boa tendência veio também com o anúncio das escalas de abate que nas últimas semanas tem registrado entre 4 e 5 dias na média do Estado, segundo levantamento do Imea. “Não está sendo ofertado boi gordo suficiente para suprir a capacidade de abate das indústrias, mas acreditamos que o volume está equilibrado. Não quer dizer que o pecuarista está segurando boi gordo no pasto, pois isso é sinônimo de prejuízo”, disse Vacari.

O futuro também reserva boas novas para o setor pecuário. O levantamento do Imea observa que as consequências dessa alta foram observadas no mercado futuro, que finalmente rompeu a barreira dos R$ 85,00 para outubro e fechou a semana valendo R$ 86,75, maior valor desde julho de 2009. Com o abate de bovinos no mesmo ritmo de 2008 e 2009 e 26% abaixo 1º bimestre de 2007 (ano que tivemos abate recorde), o pecuarista parece ter a chance de retomar as rédeas do seu negócio.

Tags:
Fonte:
O Ducumento.com

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário