MT lidera ranking de bovinos de corte

Publicado em 27/04/2010 15:29 1123 exibições
Mato Grosso é detentor do maior rebanho bovino do Brasil, com mais de 27 milhões de cabeças e pouco mais de 900 mil desses animais estão em Juara, município a 695 quilômetros ao noroeste de Cuiabá. Com cerca de 32 mil habitantes, a relação entre rebanho e população, numa aritmética simples, indica que há aproximadamente 28 cabeças para cada habitante.

“Por estes números é possível enxergar o tamanho do potencial mato-grossense e, sem dúvida, apenas o conhecimento mostrará o caminho para que o produtor não perca as melhores oportunidades de mercado”, aponta o coordenador geral do Enipec 2010, Luiz Carlos Meister.

No ranking estadual da bovinocultura de corte, segundo dados elaborados pelo Instituto de Defesa Agropecuária do Estado (Indea/MT), o segundo lugar em rebanho bovino pertence a Cáceres, com 803 mil animais, seguido de Vila Bela da Santíssima Trindade com 803 mil, Alta Floresta com 760 mil, Pontes e Lacerda com 564 mil e Juína com 543 mil.
Mato Grosso é detentor do maior rebanho bovino do Brasil, com mais de 27 milhões de cabeças e pouco mais de 900 mil desses animais estão em Juara, município a 695 quilômetros ao noroeste de Cuiabá. Com cerca de 32 mil habitantes, a relação entre rebanho e população, numa aritmética simples, indica que há aproximadamente 28 cabeças para cada habitante.

“Por estes números é possível enxergar o tamanho do potencial mato-grossense e, sem dúvida, apenas o conhecimento mostrará o caminho para que o produtor não perca as melhores oportunidades de mercado”, aponta o coordenador geral do Enipec 2010, Luiz Carlos Meister.

No ranking estadual da bovinocultura de corte, segundo dados elaborados pelo Instituto de Defesa Agropecuária do Estado (Indea/MT), o segundo lugar em rebanho bovino pertence a Cáceres, com 803 mil animais, seguido de Vila Bela da Santíssima Trindade com 803 mil, Alta Floresta com 760 mil, Pontes e Lacerda com 564 mil e Juína com 543 mil.
Mato Grosso é detentor do maior rebanho bovino do Brasil, com mais de 27 milhões de cabeças e pouco mais de 900 mil desses animais estão em Juara, município a 695 quilômetros ao noroeste de Cuiabá. Com cerca de 32 mil habitantes, a relação entre rebanho e população, numa aritmética simples, indica que há aproximadamente 28 cabeças para cada habitante.

“Por estes números é possível enxergar o tamanho do potencial mato-grossense e, sem dúvida, apenas o conhecimento mostrará o caminho para que o produtor não perca as melhores oportunidades de mercado”, aponta o coordenador geral do Enipec 2010, Luiz Carlos Meister.

No ranking estadual da bovinocultura de corte, segundo dados elaborados pelo Instituto de Defesa Agropecuária do Estado (Indea/MT), o segundo lugar em rebanho bovino pertence a Cáceres, com 803 mil animais, seguido de Vila Bela da Santíssima Trindade com 803 mil, Alta Floresta com 760 mil, Pontes e Lacerda com 564 mil e Juína com 543 mil.
Mato Grosso é detentor do maior rebanho bovino do Brasil, com mais de 27 milhões de cabeças e pouco mais de 900 mil desses animais estão em Juara, município a 695 quilômetros ao noroeste de Cuiabá. Com cerca de 32 mil habitantes, a relação entre rebanho e população, numa aritmética simples, indica que há aproximadamente 28 cabeças para cada habitante.

“Por estes números é possível enxergar o tamanho do potencial mato-grossense e, sem dúvida, apenas o conhecimento mostrará o caminho para que o produtor não perca as melhores oportunidades de mercado”, aponta o coordenador geral do Enipec 2010, Luiz Carlos Meister.

No ranking estadual da bovinocultura de corte, segundo dados elaborados pelo Instituto de Defesa Agropecuária do Estado (Indea/MT), o segundo lugar em rebanho bovino pertence a Cáceres, com 803 mil animais, seguido de Vila Bela da Santíssima Trindade com 803 mil, Alta Floresta com 760 mil, Pontes e Lacerda com 564 mil e Juína com 543 mil.
Mato Grosso é detentor do maior rebanho bovino do Brasil, com mais de 27 milhões de cabeças e pouco mais de 900 mil desses animais estão em Juara, município a 695 quilômetros ao noroeste de Cuiabá. Com cerca de 32 mil habitantes, a relação entre rebanho e população, numa aritmética simples, indica que há aproximadamente 28 cabeças para cada habitante.

“Por estes números é possível enxergar o tamanho do potencial mato-grossense e, sem dúvida, apenas o conhecimento mostrará o caminho para que o produtor não perca as melhores oportunidades de mercado”, aponta o coordenador geral do Enipec 2010, Luiz Carlos Meister.

No ranking estadual da bovinocultura de corte, segundo dados elaborados pelo Instituto de Defesa Agropecuária do Estado (Indea/MT), o segundo lugar em rebanho bovino pertence a Cáceres, com 803 mil animais, seguido de Vila Bela da Santíssima Trindade com 803 mil, Alta Floresta com 760 mil, Pontes e Lacerda com 564 mil e Juína com 543 mil.

Mato Grosso é detentor do maior rebanho bovino do Brasil, com mais de 27 milhões de cabeças e pouco mais de 900 mil desses animais estão em Juara, município a 695 quilômetros ao noroeste de Cuiabá. Com cerca de 32 mil habitantes, a relação entre rebanho e população, numa aritmética simples, indica que há aproximadamente 28 cabeças para cada habitante.

“Por estes números é possível enxergar o tamanho do potencial mato-grossense e, sem dúvida, apenas o conhecimento mostrará o caminho para que o produtor não perca as melhores oportunidades de mercado”, aponta o coordenador geral do Enipec 2010, Luiz Carlos Meister.

No ranking estadual da bovinocultura de corte, segundo dados elaborados pelo Instituto de Defesa Agropecuária do Estado (Indea/MT), o segundo lugar em rebanho bovino pertence a Cáceres, com 803 mil animais, seguido de Vila Bela da Santíssima Trindade com 803 mil, Alta Floresta com 760 mil, Pontes e Lacerda com 564 mil e Juína com 543 mil.
 
 

Tags:
Fonte:
Enipec

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário