Efeitos da crise mundial sobre o mercado de carnes

Publicado em 31/05/2010 10:35 790 exibições
Notícias retiradas do site Meat Internacional, em 27/05/10 e traduzidas por Hyberville Neto, médico veterinário e consultor da Scot Consultoria. Importações de carne dos Emirados Árabes Unidos caem 10%
Segundo o Ministério de Comércio Exterior dos Emirados Árabes Unidos, as importações de carne do país caíram 10,2%, para US$973 milhões em 2009, devido ao impacto da crise econômica global.

O consumo per capita de carne nos Emirados Árabes é 18 vezes maior que a média mundial.

De acordo com a análise do Ministério, a renda per capita de US$50 mil, a segunda mais alta do mundo, é a razão para o alto consumo de carnes.

Em média, uma família gasta US$3 mil por mês, 14,2% deste valor é usado na compra de alimentos, especialmente carnes.

O Brasil foi o maior exportador de carne para os Emirados Árabes entre 2005 e 2009 e as vendas para a região cresceram 213% no período, com participação de 42,5% na comercialização do país em 2008.

Queda no consumo de carne belga

Em 2009, a média das compras de carne da população belga foi de 32,1kg (excluindo a de frango), o que é 0,5kg menos que em 2008, de acordo com o relatório apresentado pela Secretaria Belga de Carnes.

As despesas com carnes somaram 284,3 euros em 2009, em média. Isto representa 0,3% menos que no ano anterior.

O consumo de carne bovina per capita caiu 3,4%, para 8,57kg. Os gastos com a compra de carne bovina caíram 2%, para 93,3 euros. A participação da carne bovina no consumo total de carnes tem diminuído desde 2002, no ano passado a queda foi de 26,7%.

Em 2009, o consumo de carne suína diminuiu 1,4%, para 9,7kg per capita. O gasto com a aquisição deste tipo de carne caiu 0,5%. A participação da carne suína no consumo de carnes está relativamente estável. Em 2009 permaneceu em 30,2%.

Enquanto isso, as vendas de produtos mistos de carne, como carne moída, salsichas, hambúrgueres, “kebabs” e “schnitzels” aumentaram, com um consumo per capita destes tipos de produtos de 10,7kg, em 2009.

No último ano, a média de compras de carne de vitelo foi 2,8% superior a de 2008. As vendas de carne de carneiros e cordeiros aumentaram 2,5%.

Em 2009, o preço médio da carne vendida na Bélgica aumentou 1,4%, de 8,75 para 8,87 euros por quilo. O maior aumento foi registrado para a carne de carneiros e ovinos, que aumentaram 4,5% e 3%, respectivamente.

Tags:
Fonte:
Scot Consultoria

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário