Boi: Sexta-feira marcado por ritmo mais lento de negócios

Publicado em 24/09/2010 13:42
455 exibições

A sexta-feira sempre é marcada com um ritmo mais lento de negócios. Hoje não foi diferente. A paradeira se estende por todas as praças pecuárias e poucos negócios foram concluídos, o que deverá fazer com que os frigoríficos voltem à ativa na segunda-feira precisando de animais.
Novamente foi possível observar a redução da diferença entre boi e vaca em algumas praças, mostrando uma tentativa dos frigoríficos de preencher as escalas com fêmeas para evitar maior pressão de alta sobre o boi gordo.
No Pará, além da pequena oferta de gado, os frigoríficos sofrem com outro problema: a falta de chuvas. Além de comprometer as pastagens e atrapalhar a engorda dos animais de pasto, a estiagem prejudica os reservatórios de água, elemento fundamental para dar continuidade aos abates.
A situação geral não deverá ser revertida no curto nem no médio prazo.

Clique aqui e confira a análise na íntegra.

Tags:
Fonte: XP Agro

Nenhum comentário