Acrimat pede para produtor se mobilizar para Assembleia do Frialto

Publicado em 06/10/2010 16:30
248 exibições
Foi anunciada hoje a Assembleia Geral de Credores – AGC - do grupo Frialto composto pelas sociedades Vale Grande Indústria e Comércio de Alimentos S.A., Agropecuária Ponto Alto LTDA. e Urupuá Indústria e Comércio de Alimentos LTDA. O juiz de direito da 2ª Vara Cível da Comarca de Sinop, Paulo Martini, convocou todos os credores para comparecerem na Rua das Avencas, n.º 2377 – Amazon Centro de Eventos, em Sinop/MT, no dia 21 de outubro de 2010, às 9 horas em primeira convocação, e em segunda convocação no dia 28 de outubro de 2010 às 09 horas no mesmo local.
“Vamos mobilizar os credores para que compareçam, no maior número possível, na assembleia geral e quem não puder participar entregar uma procuração para uma liderança dos pecuaristas, para ser representado”, disse o superintendente da Associação dos Criadores de Mato Grosso – Acrimat, Luciano Vacari. Ele explica que essa mobilização é importante para que “possamos conseguir as melhores condições nas negociações do plano”.
O assessor jurídico da Acrimat, Armando Biancardini Candia, ressalta ainda que “a Acrimat está com seu departamento jurídico à disposição dos produtores para todas as orientações necessárias”. O assessor avisar que “vamos acompanhar todo processo e estaremos presentes na assembleia para dar suporte aos credores do setor pecuário”.
O Frialto já apresentou dois cenários para o pagamento dos fornecedores estratégicos, onde estão os pecuaristas, como possíveis propostas do Plano de Recuperação que será apresentado na AGC.
Na primeira hipótese a empresa retoma suas atividades sem novos financiamentos. Neste cenário a proposta é de que após a homologação do Plano na Assembleia Geral dos Credores cada Credor Estratégico cujo crédito não seja superior a R$ 25.000,00 será pago integralmente 5 dias depois; aos demais credores, 10% do saldo devedor a cada credor 35 dias depois; 50% do saldo devedor seriam pagos em 11 parcelas mensais; e o saldo restante (40%) pago em 12 parcelas mensais, somando 2 anos para quitar o débito.
Na segunda hipótese, o frigorifico prevê a continuidade das operações com financiamentos no valor de R$ 50.000.000,00. Nesse caso, após a homologação do Plano na AGC, cada Credor Estratégico cujo crédito não seja superior a R$ 25.000,00 será pago integralmente5 dias depois; aos demais credores pagamento de 10% do saldo devedor 35 dias após o pagamento previsto aos que receberam integralmente; 10 dias após o desembolso do valor do financiamento, pagamento de 50% do saldo devedor; e o saldo restante pago em 11 parcelas mensais.
O pedido de Recuperação Judicial

A empresa protocolou o pedido de recuperação judicial na Comarca de Sinop (MT), no dia 24 de maio. O grupo possui 8 unidades de abates em 5 Estados ( MT, MS, RO, SP, GO). Em Mato Grosso são 3 plantas, localizadas em Nova Canaã do Norte, Matupá e Sinop , e uma planta em construção em Tabaporã. A dívida do Frialto composto pelas sociedades Vale Grande Indústria e Comércio de Alimentos S.A., Agropecuária Ponto Alto LTDA. e Urupuá Indústria e Comércio de Alimentos LTDA é de R$ 564 milhões, sendo R$ 453 milhões com instituições financeiras, R$ 97 milhões com os pecuaristas, R$ 6 milhões trabalhista e R$ 8 milhões de frete.

Tags:
Fonte: Acrimat

0 comentário