Sergipe vacina rebanho contra febre aftosa

Publicado em 04/11/2010 08:24 e atualizado em 04/11/2010 09:01
409 exibições
Campanha vai até 30 de novembro e deve alcançar todos os bois e búfalos do estado.
Já começou a segunda etapa da campanha contra a febre aftosa em Sergipe. De 1º a 30 de novembro, mais de 1 milhão de bois e búfalos devem ser imunizados contra a doença. Segundo o chefe do Serviço de Saúde, Inspeção e Fiscalização Animal da Superintendência Federal de Agricultura de Sergipe, Eduardo Luiz Costa, 95% dos animais foram vacinados na fase de maio e a meta agora é alcançar todo o rebanho.

Costa destaca que a pecuária bovina de Sergipe é mais voltada para exploração de carne, sendo autossuficiente no suprimento do mercado interno. O município de Lagarto concentra o maior número de bovinos. No semiárido, o rebanho tem maior aptidão para produção de leite, informa.

A Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) conta nesta campanha com 500 profissionais, entre médicos veterinários oficiais, técnicos agrícolas, guardas sanitários e administrativos e com o apoio das prefeituras municipais. A Emdagro atua nos 75 municípios de Sergipe por meio de 53 escritórios de atendimento à comunidade, 22 escritórios veterinários locais, quatro unidades regionais e uma central. Na avaliação de Eduardo Costa, o sistema viário e as pequenas distâncias facilitam o acesso às propriedades.

Para divulgar a vacinação, a defesa agropecuária estadual patrocinou inserções de vinhetas alusivas à campanha em emissoras de TV e de rádio da capital e do interior do estado e está distribuindo cartazes e folders em todos os municípios. Além disso, são ministradas palestras e cursos para capacitação de vacinadores.

Desde 1995 não são registrados casos de febre aftosa em Sergipe. Com 22.000 km ² o estado possui em torno de 34 mil propriedades rurais com criação de bovinos registradas no serviço oficial. Após a vacinação dos animais, o pecuarista deve apresentar o comprovante no escritório de atendimento da Emdagro. 
Tags:
Fonte: Mapa

Nenhum comentário