Boi: Pressão de baixa vem ganhando corpo e o mercado futuro vem operando em queda

Publicado em 09/05/2011 11:39 566 exibições

Com muitos frigoríficos melhor posicionados nas escalas da semana que entra, a pressão de baixa vem ganhando corpo e o mercado futuro vem operando em queda. Foram negociados 3.938 contratos, sendo 2.027 no mai11 e 1.785 no out11, que teve a maior queda entre todos os vencimentos, caindo R$ 1,60 e chegando a fazer mínima a R$ 102,00/@. 38,60% dos negócios foram daytrade e houve abertura de 542 novas posições. No mercado físico a pressão de baixa continua, sobretudo pela expectativa de piora nas vendas de carne na semana. A mínima a prazo recuou 1 real a R$ 102,35 (R$ 100,00 L) a mínima a vista recuou R$ 0,07 a R$ 99,99 (R$ 97,69 L). A máxima a vista recuou R$ 0,19 a R$ 103,11 (R$ 100,74 L) e a máxima a prazo ficou estável em R$ 104,40 (R$ 102,00 L). O Indicador a vista caiu R$ 0,58 a R$ 101,11 e o a prazo recuou R$ 1,17 a R$ 102,55, com prazo de pagamento de 36 dias. No atacado o traseiro ficou estável em R$ 7,50/kg, o dianteiro caiu 1,63% a R$ 5,28/kg e a P.A. subiu 0,34% a R$ 4,97/kg.a.

Clique nos links abaixo e confira na íntegra.

Informativo

Preços

Atacado

 

Tags:
Fonte:
CSHG

0 comentário