Boi: Grande oferta de animais para abate provoca queda na arroba

Publicado em 20/05/2011 11:12 610 exibições
No oeste de SP, pecuaristas buscam alternativas para manter os custos. Com a entressafra ainda no início, há oferta de gado gordo.
Na fazenda de Nilton Teixeira, em Presidente Bernardes, no oeste paulista, são criadas 4.200 cabeças de boi nelore. Por ano, o pecuarista faz 1.500 abates e reposições.

A partir de agora, a estratégia de manejo sofre alterações. É que a estiagem, comum nesta época do ano, começa a trazer reflexos para a pastagem, que fica mais seca e rala. Para manter o gado engordando na propriedade, o pecuarista precisa fazer investimento.

Em vez de reforçar a ração ou colocar os animais no confinamento, Nilton fez uma escolha que ele considera um pouco mais econômica. “Eu faço um programa de intensificação de pastagens, que consiste em pegar de 10 a 15% do volume total da propriedade e fazer uma adubação maciça nestas áreas. Com isso, consigo colocar uma concentração maior de animais por hectare”.

O período de entressafra está no início, por isso, ainda há oferta de gado gordo. Como conseqüência, nos últimos 15 dias, o preço da arroba do boi caiu R$ 4 na região de Presidente Prudente, custando hoje R$ 98.

Em um frigorífico estão sendo abatidos 3.000 cabeças por semana, mas o gerente Edvaldo Vieira explica que o consumo não está compatível com tanta oferta, por isso, o preço está sendo desvalorizado.

Tags:
Fonte:
Globo Rural

0 comentário