Boi: No mercado físico a situação ainda é de pressão por preços menores

Publicado em 23/05/2011 10:54 474 exibições

Novamente com um bom volume de negócios, o mercado futuro fechou em forte alta para todos os contratos, com exceção de mai11, que recuou R$ 0,06 a R$ 99,00 corrigindo um pouco do spread maio x out que passou a R$ 4,17. Foram negociados 8.746 contratos, sendo 4.908 no out11 e 2.823 no mai11, com abertura de 1.262 novas posições, sendo que apenas no mai11 foram abertas 764 novas posições. No mercado físico a situação ainda é de pressão por preços menores, porém a máxima a vista subiu 1 real a R$ 101,17 (R$ 98,84 L) e a máxima a prazo subiu R$ 0,51 a R$ 101,33 (R$ 99,00 L). As mínimas a vista e a prazo ficaram estáveis. O indicador a vista subiu R$ 0,46 a R$ 99,41/@ e o a prazo subiu R$ 0,11 a R$ 100,48/@, com prazo de pagamento de 36 dias. No atacado o traseiro teve forte queda de 0,94% a R$ 7,19/kg, o dianteiro recuou 0,40% a R$ 4,96/kg e a P.A. subiu 0,53% a R$ 4,70/kg.

Clique nos links abaixo e confira as análises na íntegra:

Informativo Boi

Atacado

Preços

 

Tags:
Fonte:
CSHG

0 comentário