RS vacina fora do prazo

Publicado em 02/06/2011 07:57 207 exibições
Problema na distribuição de doses leva Seapa a estender imunização até o dia 10 em Venâncio Aires.
Um dia após o término oficial da campanha de vacinação contra a febre aftosa no Estado, agricultores familiares de Venâncio Aires ainda imunizavam o rebanho contra a doença ontem (1). Beneficiários do programa estadual que distribui vacina a produtores enquadrados no Pronaf com até 50 cabeças de gado, eles foram obrigados a descumprir a legislação federal porque as 27,2 mil doses doadas foram insuficientes e as duas mil vacinas adicionais vindas de Santa Maria chegaram somente na terça-feira, dia em que se esgotava o prazo. No fim da tarde, a autorização para prorrogar a imunização no município foi assinada. A ordem de serviço, válida até 10 de junho, se restringe a Venâncio Aires. Com isso, os produtores não serão autuados nem multados como ocorreria em casos de descumprimento do calendário. Segundo Marcelo Göcks, do Serviço de Doenças Vesiculares da Secretaria da Agricultura (Seapa), a Inspetoria Veterinária do município não comunicou que havia falta de vacinas até o dia 27, mesmo após todas as inspetorias serem informadas da chegada de 500 mil doses extras distribuídas no dia 25 pelo Estado. A Seapa abrirá sindicância interna para apurar os fatos.

Acionado pelos produtores para ajudar a resolver o impasse, o deputado Heitor Schuch cobrou uma solução do Estado e criticou a situação, que põe em risco a sanidade do rebanho. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Venâncio Aires, Elemar Walker, diz que as duas mil doses extras terminaram ontem mesmo e não há produto nas casas agropecuárias porque muitos criadores, temendo o fim do prazo, compraram as vacinas a que tinham direito de graça. Ele sugere que o carregamento adicional seja deslocado de Santa Cruz, onde há excedente. A Seapa afirma desconhecer que falte produto.

Tags:
Fonte:
Correio do Povo

0 comentário