Índice de vacinação contra aftosa no Maranhão preocupa

Publicado em 26/07/2011 07:20 203 exibições
Fiscais agropecuários do estado estão visitando os criadores. Muitos perderam o prazo para vacinar o gado contra a febre aftosa.
O Maranhão tem um rebanho com 7 milhões de cabeças de gado. Cerca de 250 mil animais ainda não foram vacinados contra a febre aftosa, segundo cálculos da Agência de Defesa Agropecuária do estado.

Municípios como Codó, no leste do Maranhão, registraram um dos menores índices de cobertura durante a campanha, que terminou em 15 de julho. Três mil e quinhentos animais não foram vacinados contra a febre aftosa em Codó. Para identificar o rebanho que ainda não foi imunizado, os técnicos da Agência de Defesa Agropecuária estão indo de fazenda em fazenda.

“A confirmação serve pra gente saber o índice de cobertura vacinal e encontrar os criadores que estão inadimplentes. Sabendo a quantidade que está vacinado, a gente vai atrás de quem ainda não compareceu", explica Anderson Silva, técnico da Aged.

O número de inadimplentes é tão grande que o governo está recorrendo ao Ministério Público para garantir que a vacina seja aplicada.

A vacinação contra a febre aftosa é obrigatória na maior parte dos estados do país. Por enquanto, apenas Santa Catarina é considerado pela Organização Mundial de Saúde Animal livre da doença sem vacinação.
Tags:
Fonte:
Globo Rural

0 comentário