Apesar do avanço da estiagem, a oferta de boi gordo ainda pressiona os preços

Publicado em 05/09/2011 16:46 426 exibições
PRESSÃO DE BAIXA: Mesmo com o avanço da estiagem e o desgaste natural das pastagens, o mercado do boi gordo no Estado de Mato Grosso sofre ainda com a pressão da oferta sobre os preços. Apesar de o mercado interno seguir aquecido, e do patamar elevado em que se encontra o boi gordo, é aparentemente difícil que o preço pago pelo boi terminado alcance o pico atingido na entressafra do ano passado, quando a oferta no período não foi suficiente, elevando bruscamente as cotações. A atual condição pode levar alguns confinadores a repensar a ideia da engorda em sistema intensivo quanto aos lotes de animais que ainda não foram confinados. Por hora, o rebanho confinado neste ano parece ter estabilizado a oferta para o período, demonstrando que a queda das exportações já começa a ser sentida pelo mercado. Se esta tendência de baixa persistir, a rentabilidade do sistema, para quem não travou o preço, pode ser comprometida.

Clique aqui e confira a análise na íntegra.

Tags:
Fonte:
Imea

0 comentário