Café: Produção do Brasil não deve criar impacto no mercado, diz OIC

Publicado em 21/02/2012 16:34 1168 exibições

A produção alta de café brasileiro neste ano-safra é improvável que tenha um impacto no mercado, pois a demanda continua forte, disse a Organização Internacional do Café (OIC).

Em seu último relatório mensal do mercado de café, a OIC disse: "Embora exista a probabilidade de ser um significativo aumento da produção brasileira neste ano-safra, isso não vai necessariamente levar a um desequilíbrio grave do mercado desde que a demanda continua forte (...) Além disso, qualquer incentivo para aumentar a produção é limitada em muitos países pelos altos custos envolvidos e da disseminação de doenças do café", acrescentou.

Segundo a CONAB, a agência oficial, a produção total será de 50,6 milhões de sacas, das quais arábica é de 37,7 milhões de sacas e 12,9 milhões de sacas de robusta.

Na Colômbia, as chuvas fortes após uma seca prolongada, provocaram a disseminação de H. hampei e folha de café com ferrugem. Este é obrigado a ter um impacto negativo sobre o nível da produção de café colombiano no ano-safra 2011-12.

Na Indonésia, no entanto, as chuvas pesadas na véspera da colheita poderiam ser prejudiciais.

A OIC disse com base nos últimos dados recebidos dos países membros, que a produção total no ano-safra 2011-12 é estimada em cerca de 130,9 milhões de sacas, com 134,2 milhões de sacas em 2010-11, uma queda de 2,4 por cento.

Os altos preços observados em 2011 têm exportações incentivadas, levando a uma redução dos estoques em muitos países exportadores.

Este nível de exportações totais é o maior já registrado e as transferências por todos os países exportadores em dezembro de 2011 totalizaram 9,1 milhões de sacas, elevando o total acumulado das exportações durante o ano civil de 2011 para 103,7 milhões de sacas em comparação com 96,9 milhões de sacas em 2010, um aumento de 7 por cento.

O mercado desta terça-feira (21) em Nova York para o café arábica teve um encerramento positivo.

Café (Mar 2012)     204,10    + 405 pontos
Café (May 2012)    205,75    + 340 pontos
Café (Jul 2012)       208,50    + 320 pontos
Café (Sep 2012)      211,75    + 355 pontos

Tags:
Fonte:
Revista Cafeicultura

0 comentário