Queda nos preços não é suficiente para aumentar consumo de café

Publicado em 29/06/2012 15:03 e atualizado em 29/06/2012 15:34 665 exibições
Tendência futura é que cotações subam, já que boa parte da colheita vem perdendo qualidade devido às chuvas excessivas

A informação divulgada essa semana de que o consumo do café cresceria por causa da queda nos preços dos grãos não reflete a realidade do mercado. A afirmativa é de Lúcio Dias, superintendente comercial da Cooxupé, de Minas Gerais.

A pesquisa que trouxe essas informações,da P&A Marketing International, divulgou que a queda nos preços do café arábica seria um motor para uma alta no consumo dos grãos, mas para Lúcio, não há fundamento nas estimativas. “ Os cafés para consumo interno estão bem de preço.No ano passado entramos em janeiro com 700 mil sacas de café pra consumo interno aguardando melhores momentos pra comercializar. Em janeiro desse ano esse número era zero”, revela. Segundo ele, os cafés para consumo interno não tem estoque hoje, portanto não há razão para esse preço cair.

Além desse fator, o superintendente comercial da Cooxupé também destaca que o problema com o excesso de chuvas nas lavouras deve impactar os grãos e refletir, conseqüentemente, em menor oferta, já que a qualidade do café foi muito prejudicada devido à umidade. “Estou preocupado com as chuvas. O mercado pode subir muito por causa disso”, argumenta.

Como se não bastasse a previsão de futuras altas no preço dos grãos, Lúcio ainda afirma que ainda que os preços baixassem, isso não é suficiente para que o consumo do café aumente. ”Para que o consumo cresça, precisamos melhorar a qualidade dos grãos, e também saber fazer um bom marketing”, completa o superintendente da Cooxupé, que conclui dizendo que não são os preços que puxarão o consumo para cima.

Tags:
Por:
Thaís Jorge
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário